Pular para o conteúdo principal

Nunca mais vou dormir antes da meia-noite de novo.

Já fazia um tempinho que não postava coisas pessoais como meus bizarros sonhos em detalhes. Esta noite, porém, tive quatro sonhos daquele tipo que vale a pena comentar sobre. Acho que sei porque sonhei com eles, mas vou contá-los primeiro.

SONHO 1:
Estava eu em uma casona, feliz e casada. Casada com... Liam Gallagher (não pergunte). Nossa vida era boa, vivíamos felizes, tínhamos um cachorro vira-lata MUITO FEIO HAUAHUAHUA mas o Liam amava ele, era daquele tipo descabelado, branco e preto. Esqueci o nome que a gente deu pro cachorro, mas não vem ao caso. A única coisa que ameaçava nosso pacífico lar era a ex-mulher dele, que não aceitava a separação. A ex-mulher dele era a... Madonna (não pergunte [2]). Um belo dia, Madonna invade nossa casa e mata nosso cachorro. FIM.

SONHO 2:
Estávamos na casa da vovó, sentados na sala de visitas conversando, eu, Giuli e... Liam Gallagher (não pergunte [3]). Ficamos conversando sobre coisas aleatórias que realmente não me lembro, mas conversamos a tarde inteira. Eu estava comentando alguma coisa com ele e depois fiz uma careta que eu geralmente faço quando falo algo irônico, e ele me fez a cara de volta. Foi engraçado, não sabia que essa cara era tão estranha HAUHAUHA. FIM.

SONHO 3:
Estávamos novamente Giuli e eu no meio de um monte de gente, parece que íamos entrar num show. Era de dia, nós duas estávamos com roupas bizarras (tipo, várias peças de roupa que não combinavam). Tinha um pessoal lá fora tirando fotos com o KISS (não pergunte [4]) e eu estava muito preocupada porque a minha saia, uma micro-saia preta que eu tenho mesmo (não pergunte [5]), tava com o zíper estragado e mostrava a minha bunda HAUHAUHAUHA (eu tava de meia-calça por baixo, mas mesmo assim foi chato). E eu pedia pra Giuli trocar de saia comigo mas ela não queria (por que será?). Do nada, me aparece... Liam Gallagher (não pergunte [6]) dizendo que precisava ir fazer não sei o que não sei onde e já voltava. Ok. FIM.

SONHO 4:
Alguém se surpreenderia se eu dissesse que sonhei com a formatura DE NOVO?!
Pois é, nesse sonho fomos todos convocados a nos formar de novo porque (sabe Deus como) a outra formatura "não tinha valido". Aí junta aquele povo todo, com as mesmas roupas e os mesmos penteados e fomos pra formatura de novo. Quando recebemos nossos diplomas, a briga: não era em papel timbrado da Universidade nem nada; cada um de nós recebeu um "diploma" com uma foto nossa como "plano de fundo", mas eram as piores fotos de cada um. A minha era uma foto antiga, no meio de um monte de gente que eu não conhecia, e eu nem tava olhando pra foto, tava com uma cara estranhona. Pesadelo. A gente ficava gritando que não tinha coragem de emoldurar aquilo e pendurar na parede... FIM. (não, o Liam não apareceu nesse)

CONCLUSÕES E LIÇÕES QUE APRENDI:
1. Quando for me casar, me certificar de que o relacionamento anterior do maridão tenha terminado de forma pacífica e sem ressentimentos;
2. Levar uma peça de roupa sobressalente sempre que sair de casa. Nunca se sabe quando precisarei dela;
3. Evitar fazer caretas em público. Podem usar isso contra mim, inclusive na minha própria formatura (que mané formatura o que, essa merda já passou!);
4. Cuidado redobrado com a Madonna. Dá próxima vez que ela ligar, mando dizer que não estou.

MOTIVOS:
Apesar de terem sidos bizarros, acho que sei porque sonhei com cada uma dessas coisas...

• O Liam ter aparecido repetidas vezes deve ter sido por causa do vídeo que vi ontem. Amanhã ele lança oficialmente a primeira coleção da grife dele, a Pretty Green, e o vídeo já saiu. Só acho que, só porque eu ri do jeito como ele anda, desce as escadas e passa pela porta giratória, não é motivo suficiente pra sonhar com ele três vezes seguidas u.u

• A formatura deve ter sido por causa da foto que eu inclusive mostrei pro Luiz, ontem. Achei uma foto no orkut de uma ex-colega onde eu apareço no fundo... Todos com cara de choro, emocionados e tudo o mais, e eu tava lá... rindo.

• A saia creio que deva estar relacionada com o sonho que tive na noite anterior, então não conta muito;

• Agora, a Madonna foi mesmo o mistério da noite. Medo.

Postagens mais visitadas deste blog

O Dia dos Namorados e a visão de romance por uma assexual arromântica

Vejo que isso vem mudando lentamente, mas, como regra geral, todo mundo é naturalmente criado e tratado como heterossexual (e, consequentemente, heterorromântico). Eu, claro, cresci com essa absoluta certeza e não questionei isso até meados dos meus 20 anos. Até então, achei que eu só era mais "devagar" pra certas coisas, mesmo. Mas vamos ter que voltar um pouco e compartilhar informação demais.
Como expliquei na página de educação e visibilidade, o fato das orientações sexual e romântica serem coisas separadas e muitas vezes não serem correspondentes é o que mais confunde quem demora a "sair do armário". Eu mesma ainda me vejo questionando ambas, embora esteja convencida de que estou, ao menos, em algum espectro de ambas (confira a página mencionada). Não posso falar por todos os assexuais arromânticos porque, obviamente, cada pessoa é diferente da outra e as coisas são diferentes pra todo mundo. Então vou falar por mim.
Embora só tenha percebido isso recentement…

... e ainda mais livros interativos!

2014 está sendo um ano muuuito esquisito... Não sei se tá todo mundo com essa impressão, ou se eu só estou prestando atenção nas coisas esquisitas, mesmo.
De qualquer forma, comentei em alguma postagem anterior sobre a necessidade da terapia que não vou fazer, e como esses livros interativos que tanto estão na moda andam me ajudando a aguentar toda a esquisitice desse ano.
Depois de Destrua Este Diário, que não vou terminar, e Termine Este Livro, que já terminei, peguei outros dois lançamentos: Listografia, de Lisa Nola, e 1 Página de Cada Vez, de Adam J. Kurtz.


O Listografia eu havia visto pelo Pinterest e achei a proposta atrativa pra mim: listar a vida de acordo com os mais variados tópicos. Os temas vão desde coisas simples, como os lugares em que você já morou, o nome de todos os animais de estimação que você já teve, seus programas de TV favoritos, as cidades que você conhece, até assuntos mais reflexivos, como as coisas sobre você que quase ninguém sabe, seus maiores atos de b…

As curiosas origens de 4 famosos jogos de tabuleiro

Adaptado do artigo original do Mental Floss.



Jogos de tabuleiro são uma forma de entretenimento criada pelos egípcios há 5 mil anos e nunca saíram de moda, mesmo que atualmente tenham sido adaptados em vídeo games ou jogos para o celular. Aqui vão as origens de alguns dos sucessos mundiais favoritos:

Monopoly / Banco Imobiliário

Embora seja considerado um jogo que glorifica o capitalismo (tendo sido banido de países como a China e a antiga União Soviética), este clássico foi inventado para representar justamente a ideia oposta. A americana Elizabeth Magie era ativista contra o pagamento de impostos imobiliários, no fim do século 19. Segundo ela e outros simpatizantes, deveria haver apenas um imposto de propriedade, diminuindo assim a diferença de riqueza entre os senhorios e os inquilinos. Para demonstrar de uma maneira fácil como as coisas aconteciam na época, Lizzie patenteou, em 1904, um jogo chamado The Landlord's Game ("O jogo do senhorio"), cujo objetivo era acumula…