08/06/2009

Verdade ou Mentira? [respostas]

Bom, como vocês foram rápidos, já vou responder aqui pra tirar essa curiosidade de vocês. Já adianto que ninguém acertou todas (os que acertaram mais, acertaram exatamente a metade). O que me faz perceber como minha infância é obscura, HAHA

Alguns dos fatos terão fotos como prova, mas já adianto que não tenho muitas fotos da infância, geralmente só de aniversários, então ficarei devendo algumas.

Vamos lá,

VERDADE OU MENTIRA?

1. Nos primeiros anos de vida (tipo, até os 5 anos), meu melhor amiguinho era gay.
VERDADE (Tradição que mantenho até hoje, diga-se de passagem, kkk). Ele morava na casa ao lado e todo dia eu ia à casa dele pra gente brincar de... Barbie. Ele tinha a maior coleção de Barbies que eu já conheci, e a casa completa também. Ele até me ensinava a fazer as roupinhas. Claro, só descobri que ele era gay depois de mais velha, quando nem morava mais lá.

2. Fui obrigada a treinar caligrafia até a 5ª série, embora minha letra sempre tenha sido legível.
VERDADE. Até a 4ª série porque era obrigatório na escola, mas na 5ª série foi porque a professora era uma megera e implicava com o meu "e" muito fechado e o meu "s". Me lembro que ela me fez arrancar uma folha cheia do caderno só porque implicou com o meu "esse". ¬¬

3. Minha matéria favorita na escola sempre foi Português, seguida por Ciências.
MENTIRA (Alguns acertaram, mas acho que pensaram que eu tinha invertido). Minha matéria favorita sempre foi Inglês, seguida por... Português. Ciências vinha depois, e olhe lá. (fez Biologia por que, jumenta? HAUAH)

4. Já levei advertência escrita na escola por ter pichado a sala de aula.
VERDADE (rere). Um pouco injusto, diga-se de passagem. Era com giz, dava pra passar um paninho molhado e tudo ficaria lindo de novo ;*. Mas não, fui pra coordenadora, mais um colega, e entramos pro "livro negro" (não foi minha primeira vez ;x). Ah, sim, e tivemos que limpar a sala também, HAUHAU

5. Quando nasci, minha mãe ficou muito preocupada por achar que eu fosse albina, pois nasci com os cabelos, sobrancelhas e cílios brancos.




VERDADE. Mãe de primeira viagem acredita em tudo que falam pra ela (embora eu ainda seja meio albina HUAHA). Como veem, ainda era obesa, mas já estava começando a parecer mais loira e menos albina :B





6. Quando bebê, não aceitava colo de ninguém - fui um bebê muuuito antipático.
MENTIRA. Fui o bebê mais dado que vocês (não) conheceram :P Só não gostava muito de colo de mulher, elas apertam demais. Agora, pelo menos segundo a minha mãe, quando via homem até esticava os braços... Como as coisas mudam. o.O

7. Ainda quando criança, minha mãe sempre me comprava tatuagens removíveis e me ajudava a aplicar.
VERDADE (não sei por que ninguém acreditou nessa HAUHAU). Me lembro que toda semana a gente ia pra uma lojinha que tinha na quadra de trás e ela comprava uma cartelinha com aquelas tatuagens que você aplica com água e remove com álcool. Cada vez ela comprava de um modelo diferente, e todos morriam de inveja das minhas tattoos descoladas porque as mamães deles não deixavam (até hoje, né? HAUHAU). Quando eu falo que foi a minha mãe que me incentivou, ainda duvidam!

8. Na pré-escola, adorava fazer ballet. Fiz várias apresentações, até o dia que enjoei das sapatilhas e não quis mais.
MENTIRA. Eu cheguei a fazer ballet, mas só fiz uma apresentação, porque odiava. Odiava porque nos ensaios eu sempre acabava sem parzinho (eram só as meninas, os meninos tinham que fazer judô). Minha mãe pediu dispensa das aulas pra diretora e eu ficava só olhando os ensaios :B (anti-social desde os 6 anos?)

9. Na escola, era sempre selecionada pros times de futebol na Educação Física, mesmo que todos soubessem que eu só fazia gol-contra xD
MENTIRA. Tanto que eu não sei jogar futebol (nem esporte nenhum :B) porque nunca era selecionada pros times da escola. Às vezes me chamavam pro volley porque meu saque é potente, mas só. Mas a parte dos gols-contra é verdade, tanto jogando de verdade quanto no videogame, né Lu? HAUHAU

10. Embora adore ler, fui a última criança da turma a aprender a ler e escrever.
MENTIRA, oee! Fui a primeira da turma a aprender a ler e escrever, com pouco mais de um mês de escolinha. A professora ficou pasma e chamou meus pais pra conversar. Esqueceram que eu aprendo tudo muito rápido? 8)

11. Meu pai me proibiu de usar saia quando criança, é por isso que até hoje não gosto de usar.
VERDADE. O velho fez um escândalo quando percebeu que a primogênita estava ficando com umas pernas meio, ahn, escadalosas demais pra idade, então "nada de saia na rua, mocinha". Acostumei e nunca mais usei - só se tiver meia por baixo.

12. Minhas professoras de inglês nunca gostaram de mim, por causa dessa mania de fazer as tarefas adiantado e depois ficar à toa nas aulas.


MENTIRA. Acontecia justamente o contrário, minhas professoras de inglês todas me adoravam *caham*. A da 5ª série pedia pra eu corrigir os exercícios com a turma enquanto ela corrigia as provas; a da 6ª pedia pra eu ajudar os colegas; a da 7ª (e da 8ª e do 1º) foi essa do cartãozinho ao lado (clique pra ampliar). A do 2º ano pedia pra eu levar material legal pra gente estudar na sala e a do 3º ano não puxaaava meu saco mas ficava impressionada que o o meu livro já estivesse completo em um mês.



.

E aí, alguém realmente surpreso com alguma coisa ou era realmente óbvio? xD

3 comentários:

  1. 1- Errei
    2- Acertei
    3- Errei
    4- Acertei
    5- Acertei
    6- Acertei
    7- Errei
    8- Errei
    9- Acertei
    10- Errei
    11- Errei (uie manu pernuda)
    12- Errei

    Acertei 5 só, na próxima eu melhoro!
    bjão manuu ;*** s2

    ResponderExcluir
  2. Fui super mal. =/

    Mas foi divertido! =D

    "Agora, pelo menos segundo a minha mãe, quando via homem até esticava os braços... Como as coisas mudam. o.O" Eeee, Manu! Auahauhauha

    ResponderExcluir
  3. acertei metade =P
    Po, como o garoto sabia q era gay aos 5 anos? Nessa idade ele nem devia saber o q é um gay, uhahuahuahuhau
    Coisas q só acontecem com a Manu =P

    ;****

    ResponderExcluir

Bom senso, respeito e educação são esperados e sempre bem-vindos nos comentários. Obrigada pela visita!