Pular para o conteúdo principal

Eco (eco, eco, eco...)

Antes de falarmos do eco,

We like pizza, but she doesn't eat the crust
I love her and she loves everyone


(Nós gostamos de pizza, mas ela não come a borda
Eu a amo e ela ama todo mundo)


É que hoje é Dia da Pizza e Scott's a Dork me veio na cabeça HAUH
Enfim.

.

Um tempo atrás contei aqui a história da Pandora, a Primeira Grande Gansa. Sou apaixonada pela Mitologia Grega porque ela explica tudo, mais do que Freud e mais do que a Física (y). Hoje vou contar como surgiu o eco e porque ele se chama Eco :B

Eco era uma ninfa campestre, favorita da deusa Diana (da caça) e até a acompanhava em suas caçadas. Mas Eco tinha um probleminha: ela falava demais. E, pior do que isso, em qualquer discussão queria ter sempre a última palavra.

Um belo dia, a deusa Juno (a toda-poderosa, vingatiiiva que só ela, gzuis) saiu procurando pelo seu marido, Júpiter o Primeiro Grande Pulador de Cerca, pois estava desconfiada de que ele estava se divertindo com as ninfas (seráá, Juno?). Eco, então, começou a distrair Juno com sua conversa para que desse tempo das outras ninfas fugirem (acreditem, Juno fazia coisas terríveis com as pobres ninfas). Sóó que a Juno percebeu o truque, e lá vai ela se vingar da inconveniente Eco:
"Só conservarás o uso dessa língua com que me iludiste para uma coisa de que gostas tanto: responder. Continuarás a dizer a última palavra, mas não poderás falar em primeiro lugar"

Mas então acontece o horror, oh!, o horror. Eco vê Narciso e se apaixona por ele. Começou a segui-lo e queria falar com ele, mas não podia começar uma conversa por causa da praga da Juno. Então ficou esperando até que ele falasse com ela, e continuou a segui-lo.


Um dia, ele se separou dos seus companheiros de caçada e gritou: "Há alguém aqui?", e Eco respondeu "Aqui!". Narciso continuava gritando e Eco continuava a repetir suas últimas palavras, até que ele a viu e recuou, dizendo que jamais se uniria a alguém como ela, e fugiu. Eco ficou muito envergonhada e foi se esconder nos bosques, em cavernas e entre os rochedos das montanhas. Com o tempo, definhou e morreu, e tudo o que sobrou dela foi sua voz, que ainda pode ser ouvida nestes lugares quando alguém fala com ela.



Narciso é velho conhecido da Mitologia, todos sabemos que a história dele não foi muito feliz depois desse episódio. Por ter desprezado inúmeras ninfas depois de Eco, uma delas implorou à deusa da vingança para que ele conhecesse a sensação de amar e não ser correspondido. Daí aconteceu o famoso episódio de quando ele viu seu próprio reflexo na água e achou ser um belo espírito aquático, pelo qual se apaixonou. Como o ser amado era seu próprio reflexo, não podia falar com ele ou sequer tocá-lo, de forma que Narciso passou o resto da vida debruçado à margem do lago, até o dia em que morreu.

.

(Um dia ainda conto a história de Faetonte, o Primeiro Grande Adolescente Mimado :D)
Ah sim, inventei um apelido pra cada um deles HAUH.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:
BULFINCH, Thomas. "O Livro de Ouro da Mitologia: histórias de deuses e heróis". 27 ed. Rio de Janeiro: Ediouro, 2002.

Postagens mais visitadas deste blog

O Dia dos Namorados e a visão de romance por uma assexual arromântica

Vejo que isso vem mudando lentamente, mas, como regra geral, todo mundo é naturalmente criado e tratado como heterossexual (e, consequentemente, heterorromântico). Eu, claro, cresci com essa absoluta certeza e não questionei isso até meados dos meus 20 anos. Até então, achei que eu só era mais "devagar" pra certas coisas, mesmo. Mas vamos ter que voltar um pouco e compartilhar informação demais.
Como expliquei na página de educação e visibilidade, o fato das orientações sexual e romântica serem coisas separadas e muitas vezes não serem correspondentes é o que mais confunde quem demora a "sair do armário". Eu mesma ainda me vejo questionando ambas, embora esteja convencida de que estou, ao menos, em algum espectro de ambas (confira a página mencionada). Não posso falar por todos os assexuais arromânticos porque, obviamente, cada pessoa é diferente da outra e as coisas são diferentes pra todo mundo. Então vou falar por mim.
Embora só tenha percebido isso recentement…

Algumas das bandeiras mais interessantes do mundo

As bandeiras dos países do mundo são mais do que uma demonstração de cores e padrões: cada detalhe - a escolha e predominância das cores, as faixas, os símbolos, as formas - carrega um significado histórico e/ou cultural que ensina muito sobre o país representado. Selecionei para essa postagem algumas das histórias mais interessantes.
(Não vou falar da nossa Auriverde porque todos nós já estamos carequinhas, certo?)



Reino Unido Union Flag ou Union Jack (azul, vermelho e branco)
Essa bandeira não é a da Inglaterra, como muitos pensam, mas representa os quatro países que formam o Reino Unido: Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte. Esse desenho é usado desde 1801, quando a Grã-Bretanha se uniu à Irlanda do Norte, e é uma mistura das bandeiras desses países: a cruz vermelha de São Jorge (patrono da Inglaterra) sobre a cruz branca de São Patrício (padroeiro da Irlanda), por sua vez sobre a cruz de Santo André (padroeiro da Escócia). O País de Gales não está representado na …

As curiosas origens de 4 famosos jogos de tabuleiro

Adaptado do artigo original do Mental Floss.



Jogos de tabuleiro são uma forma de entretenimento criada pelos egípcios há 5 mil anos e nunca saíram de moda, mesmo que atualmente tenham sido adaptados em vídeo games ou jogos para o celular. Aqui vão as origens de alguns dos sucessos mundiais favoritos:

Monopoly / Banco Imobiliário

Embora seja considerado um jogo que glorifica o capitalismo (tendo sido banido de países como a China e a antiga União Soviética), este clássico foi inventado para representar justamente a ideia oposta. A americana Elizabeth Magie era ativista contra o pagamento de impostos imobiliários, no fim do século 19. Segundo ela e outros simpatizantes, deveria haver apenas um imposto de propriedade, diminuindo assim a diferença de riqueza entre os senhorios e os inquilinos. Para demonstrar de uma maneira fácil como as coisas aconteciam na época, Lizzie patenteou, em 1904, um jogo chamado The Landlord's Game ("O jogo do senhorio"), cujo objetivo era acumula…