02/07/2009

Seu cérebro está coçando?

Já devo ter comentado sobre isso há um tempo atrás com alguns de vocês, mas hoje resolvi falar sobre isso porque acredito ser assunto de interesse geral.

Sabe quando você inexplicavelmente fica com uma música na cabeça, e ela fica tocando e tocando na sua mente, você se pega cantando e não há nada que faça ela sair, até a hora que você se vê gritando: "PELOAMORDEDEEEEUS, fulano (nome de quem canta), CALA A BOCA!!"?

Isso tem um nome!

"Coceira cerebral" ou "earworm" (algo como "minhoca de ouvido"). Segundo estudos, o fenômeno é provocado principalmente pelas músicas altas, de ritmo constante e letras repetitivas, que acabam sendo "pegajosas" ou até mesmo incômodas; tendo no cérebro o mesmo efeito das histaminas (que são responsáveis por várias funções vitais do nosso corpo, inclusive ligadas ao coração). Ainda segundo a pesquisa, de 97% a 99% da população é suscetível ao fenômeno, sendo mais comum entre mulheres e ainda mais frequente em músicos.

Em alguns casos o fenômeno é explorado para fins comerciais, como no caso dos jingles de propagandas (quem aí não se lembra da musiquinha do Big Mac ou do Chokito?) e, em igual proporção, na música Pop, cujo objetivo é alcançar a maior quantidade de público possível, usando "ritmos constantes e letras repetitivas para que não sejam facilmente esquecidas" - alguns exemplos dessas músicas que a gente ouve e depois não saem mais da cabeça são Y.M.C.A., Who Let The Dogs Out?, Macarena e Dancing Queen (tô mentindo?).

"Tem cura, doutor?"
Pra dar uma coçadinha no cérebro e fazer essa música sair da cabeça, não existe um remédio definitivo, embora existam duas maneiras de tentar:

1) Tentar substituir essa música por outra. O risco é que você pode acabar adquirindo outra "coceira" diferente;
ou
2) Ouvir a música repetidamente. Geralmente é o que funciona... Difícil é ter paciência pra ouvir várias vezes algo que já não sai da cabeça.

(Se quiserem ler o artigo inteiro e saber mais sobre a pesquisa, o visite o BBC News - em inglês)

.

Resolvi postar isso hoje porque desde ontem essa música não me sai da cabeça. O que tá coçando aí no cérebro de vocês?

♫ maybeee it's alright
and I'm the one that's wroooong...

Cala a boca, Aaron!

6 comentários:

  1. Billie Jean, MJ!
    O porque é óbvio! Mas eu já não aguento mais... ontem eu tava reclamando com o Djeile... Se não pararem de falar nele (vai demorar, eu sei!) simplesmente essa música vai ficar na minha cabeça, nessa coceira interminável!

    Queria poder "coçar"...

    Se bem que ouvindo essa coceira da sua cabeça... bom... talvez finalmente MJ saia! rs

    Bjo! [Post muito bacana!]

    ResponderExcluir
  2. Imagina aqui no bandas_a_z então!
    Musica que dá coceira que não falta!
    huahuahuahuau

    Agora nas férias o bandas vai pra frente o///

    ;**

    ResponderExcluir
  3. She wouldn't, do linkin park
    já tratei de ouví-la pra dar uma coçada :)

    gostei desse post, manu, bem interessante
    tem hora q meu cérebro coça tanto q eu tento continuar a música q toca nele, mas aí trava
    fica tipo disco arranhado sabe???
    não repetindo o refrão, mas uma palavra só auhUAHEAUHEAUHEAUHE

    ;***** (LLLL)

    ResponderExcluir
  4. A que tá na minha cabeça é Just can't get enough, do Depeche Mode.

    Muito bom mesmo o post! Li TODOS os posts que "perdi" enquanto não tava usando muito o PC.
    Vou comentar nos mais recentes.

    Beijos, Manuzinha!
    s2

    ResponderExcluir
  5. Uaheuhauehaueua
    O conteúdo do post é 98% o mesmo. Tivesse faldo do Mozart seria 100%.

    Uma música que ficou bastante na minha cabeça foi: Less Than Jake - The Science Of Selling Yourself Short.

    Repeti este refrão um trilhão de vezez (sorte que me amarro pacas na música):
    I'll sing along,
    Yeah with every emergency,
    Just sing along,
    I'm the king of catastrophies,
    I'm so far gone,
    That deep down inside I think it's fine by me,
    I'm my own worst enemy

    ResponderExcluir
  6. http://www.youtube.com/watch?v=krXG307d4k8

    ResponderExcluir

Bom senso, respeito e educação são esperados e sempre bem-vindos nos comentários. Obrigada pela visita!