31/12/2009

Retrospectiva 2009: geral & pessoal

NOTA:

Nós, pobres usuários dos provedores Oi/Velox - Brasil Telecom, não estamos conseguindo acessar nenhuma página do Blogger desde o dia 24/12, de forma que eu não estou conseguindo acompanhar meu próprio blog e nem o de vocês. Salvo raros minutos em que o acesso funciona e que eu consigo comentar ou ao menos ler os seus posts, o resto dos dias tem sido um EPIC FAIL pra acessar. Tiro o atraso assim que a situação melhorar :)



(dia 28/12 morreu o baterista do Avenged Sevenfold, 'The Rev'. Alegam "causas naturais", embora eu não saiba COMO se morre de causas naturais aos 28 anos. De qualquer forma, foi uma notícia um tanto impactante pra mim, que sou fã - ou fui muito mais há uns anos atrás - da banda...)


.


Dia 31, sei que tá todo mundo ocupado com suas próprias festividades e retrospectivas. Eu mesma não faço ideia de onde estarei a essas horas, já que este é maaaais um post programado :P

Mas acho importante a tal da retrospectiva. A gente analisa friamente como foi o ano, o que a gente pode repetir ano que vem e o que nunca mais vai fazer de novo (embora invariavelmente ACABE fazendo). Também faz um balanço dos aspectos positivos e negativos e decide se o ano foi bom ou ruim (pra que, eu não sei - pra se animar ou pra se matar de vez?).

2009, vá embora e não volte nunca mais:


27/12/2009

Retrospectiva 2009: Álbuns

2009 acabando, finalmente (ou "já"?).

Este ano foi marcado por alguns acontecimentos musicais relevantes ou não para alguns... As mortes de Michael Jackson e Les Paul, Ed Kowalczyk fora do Live depois de 20 anos na banda, John Frusciante fora do Red Hot de novo, o fim do Oasis e de outras bandas menos importantes pra mim :~  e tal.

Há uns meses Luiz e eu estávamos analisando os álbuns que haviam sido lançados este ano... Fui fazer a lista dos que eu já tinha ouvido e até então não tinha me dado conta de quanta coisa desse ano eu já ouvi! Vou dar destaque aqui aos álbuns que tiveram mais destaque pra mim; é uma boa pra quem perdeu - nunca é tarde pra conhecer, não é mesmo? E melhor do que ir baixando/comprando às cegas ;)

Também gostaria de saber quais foram os lançamentos que vocês ouviram e quais tiveram mais destaque, na sua opinião! Me indiquem!

 

(Sei que não precisa dizer, mas ninguém precisa ouvir tudo que eu listar aqui, até porque é bastante coisa. Pode ouvir o que interessar mais e/ou dar um CTRL+D na página pra poder consultá-la sempre que tiver a fim de ouvir outra coisa :) )


*sim, é uma lista bastante incompleta, porque ainda não ouvi TODOS os álbuns que foram lançados este ano, alguns até de bandas que eu gosto!
**provavelmente esqueci de citar algumas, mas deem uma trégua pra minha memória (tô fazendo esse post há 3 meses!).
***álbuns considerados "óbvios" que eu porventura não citar, foi porque eu não ouvi (por falta de tempo ou interesse) ou ouvi e não gostei. De qualquer forma, não dá pra falar de tudo!


26/12/2009

Meu Top Artistas 2009 (segundo o LastFM)

Isso tá meio furado porque eu comecei a usar o LastFM só em outubro, então esse ranking considera os plays desde então... Portanto, tem banda que ficou lá pra trás, no ranking, porque eu ouvia mais antes e nem tanto agora, mas dane-se, é basicamente isso mesmo:



Quem quiser olhar meu LastFM pra conferir tudo que eu ando ouvindo, acesse: lastfm.com.br/user/manu_z.

.

Amanhã tem post supimpão, quem estiver dando bobeira por aqui, não perca!!!

24/12/2009

"how very cliché...!"

Em tempo,


recebi um email ontem da TheBeatles.com me convidando a participar do The Beatles: Rock Band IQ Challenge. Nunca joguei Rock Band e achei que nem valia a pena tentar resolver o quiz, mas ah, fala sério, ERA UM QUIZ e eu sou fraca pra recusar isso, haha. Não tinha a ver diretamente com o game, o quiz era sobre a banda mesmo. Meu resultado:





EU POSSO EXPLICAR!! As perguntas estão escondidas em estrelas que passam rapidamente pela tela. Deixei escapar muitas, algumas porque passam muito rápido e outras por distração, afinal a animação em flash que acompanha o quiz é LINDA e eu fiquei prestando atenção nela, HAHA. Errar mesmo, errei umas 4 ou 5 das que consegui responder :(


Pra brincar, clique na imagem. Mesmo que não queira responder às perguntas, vale a pena só pelo flash; eu tô apaixonada *.*


.


POST:


Natal batendo à porta... De novo.
Incrível como os anos têm voado. Antigamente a gente esperava o ano todo até chegar o Natal, e agora quando a gente menos percebe, lá tá ele de novo.

Até uns anos atrás eu tinha costume de mandar cartões. Quando eles ficaram obsoletos, passei a mandar emails e, quando estes se tornaram ineficientes, eu gastava um cartão inteiro de créditos do celular com SMS para os meus amigos. Infelizmente, ineficiente também. Parece que as pessoas não se importam mais com o Natal. Nem tô falando de "verdadeiro significado" nem nada disso; mas da simples lembrança.

Sei lá, antigamente era mais gostoso o fim do ano... Antes de, "de repente", todo mundo se dar conta de que o Natal virou a grande festa do Capitalismo. Grande merda, sempre foi. E deixem de ser hipócritas, todo mundo é capitalista; não tem como não ser, não nessa sociedade. Mas é tão legal quando alguém se dá ao trabalho de deixar um recadinho qualquer no Orkut de "Feliz Natal, beijo pra sua família!". Até eu tô desanimando de fazer isso...

/desabafo


Ok, deixando isso pra lá,

Natal também é a época das músicas irritantes.

MAS

Eu nunca, jamais, consigo me irritar com esta.
E vou dizer por que:

Anos 70. Guerra do Vietnã. Não foi uma realidade nossa, mas foi uma realidade DELES.
Motivo suficiente pra me deixar emocionada sempre que a ouço, sendo Natal ou não. O mundo explodindo em volta de todas aquelas pessoas, famílias sendo destruídas; e o Natal, que era pra ser uma data feliz de união familiar e fraternal, se tornou um pesadelo para todos.

A razão para a música fazer sentido até hoje?
"Guerra" é o que você achar que ela possa ser. O mundo nunca se viu livre delas; e não digo apenas as batalhas físicas, mas todas as batalhas psicológicas e emocionais que todos nós enfrentamos dia após dia. Como mensagem... "A guerra acaba... Se você quiser."

ATENÇÃO:
Essa é a tradução original, não a realmente irritante versão da Simone!!




(Feliz Natal, Kyoko ¹
Feliz Natal, Julian ²)

Então é Natal
E o que você fez?
Outro ano acabou
E um novo acaba de começar

E então é Natal
Espero que você se divirta
O próximo e o querido
O velho e o novo

Um muito feliz Natal
E um feliz Ano Novo
Vamos esperar que seja um ano bom
E sem medo algum

E então é Natal
Para o fraco e para o forte
Para os ricos e os pobres
O mundo está tão errado...

E então feliz Natal
Para os negros e para os brancos
Para os amarelos e os vermelhos
Vamos parar com toda essa briga


Um muito feliz Natal
E um feliz Ano Novo
Vamos esperar que seja um ano bom
E sem medo algum

(...)

A guerra acaba
Se você quiser.

Feliz Natal.




Happy Xmas (War Is Over)
John & Yoko
The Plastic Ono Band with the Harlem Community Choir, 1971

¹ a filha que nunca perdoou a mãe;
² o filho que perdoou o pai quando já era tarde demais...









"how very cliché...!" - tirei do álbum ao vivo do RBF, longa história.

22/12/2009

and so this is Christmas ♪ bom, quase.


Akira *.*

.

Especialzão de Natal pra animar o feriado que tá chegando!!

Tem pra todos os gostos :D



Eu acredito no amor
Mas como pode o homem que nunca viu a luz
Ser iluminado?

The Who - Christmas:




"Oh, Papai Noel
Eu matei só de brincadeira"
"Bom, a festa acabou, guri
Porque eu tenho uma bala na minha arma"
"Uma bala na sua o quê?!"

The Killers - Don't Shoot Me Santa:




Você não adora o Natal?
(Oh não, já é Natal)

Todo mundo ama o Natal!
(Oh não, já é Natal)

The Wombats - Is This Christmas?:




Eu te amo e você me ama
E é assim que tem que ser
Te amei desde o começo
Porque o Natal não é hora de quebrar os corações um do outro...

Ramones - Merry Christmas (I Don't Want to Fight Tonight):

(melhor vídeo de Natal ever)



Dero improvisando um White Christmas:

Não podia deixar esse de fora HUAHUAHUAHuh



Relient K e sua versão pop-punk pra clássica Angels We Have Heard On High: (eu achei uma graça)




E eu não sabiiia, mas o Rancid também tem uma musiquinha de Natal *.*
Xmas Eve (She Got Up And Left Me):

(preciso dizer que ela entra pra coleção de músicas que o Tim fez sobre a Bitch Dalle?)



Zebrahead e o cover punk de All I Want For Christmas Is You, da Mariah Carey (!!)




E por fim, The Macc Lads com a versão avacalhada de Jingle Bells:


Jingle bells, jingle bells, where's the mistletoe?
Macc Lads go out drinking and puking in the snow! ♪




Tem mais um monte²³²³, mas nem vou colocar tudo, né... E algumas mais legais eu nem achei no YouTube :(
Vocês conhecem outras, sem ser aquelas de sempre? Me mostram? *.*


plus:
7 anos que o mundo ficou órfão de Joe Strummer :(

and I keep listening to the great Joe Strummer
'cause, through music, we can live forever!!

18/12/2009

Good morning, here's the news ♪

... and all of it is good - and the weather's good! {the news - carbon/silicon} - viciantezinho, isso.


Ok, na verdade não são bem 'novidades'; só um conjunto de pirações que foram se acumulando e eu de certa forma acho que tenho que contar :)

.

BOB SPITZ É UM... UM... Õ.Ó... ótimo escritor. Não consigo largar aquela biografia bíblica dos Beatles, a coisa é boa demais. E mesmo que ela tenha mais de 900 páginas, dá até uma tristeza saber que um dia ela vai acabar... A riqueza de detalhes é apaixonante!!

Uns dias atrás fomos passar o dia em Goiânia. Apesar da chuva e do meu pai ter se perdido lindamente (nem o culpo, ô cidade ruim de sinalização!), foi o que podemos chamar de um dia bem proveitoso *o* Ganhei meu presente de Natal adiantadíssimo: podia entrar na Saraiva e escolher o que quisesse! Fiz uma pilha básica de CDs e depois ia escolher só alguns deles... Como demorei uma hora e meia pra escolher (SIM), meu pai deixou eu ficar com todos *___* HUAHAUHAu não foi de propósito, juro. Nem foi tanto assim, foram só 5 e estavam na promoção ok u.u
São eles:



The Who - Live At Leeds (2001 - LP original de 1970) - duplo cráááássico xD
The Jam - Gold (2005) - coletânea dupla megageil :D
The Clash - Combat Rock (1982) - HELLYEAH \o/
Paul McCartney - Memory Almost Full (2007) - liiindo *.*
Arctic Monkeys - Whatever People Say I Am, That's What I'm Not (2006) - when the sun goes down

Ando meio britânica o.O

Liam Gallagher é um gênio. Quantas vezes eu já disse isso? Sério, a capacidade criativa dele me impressiona. Após tentativas vãs de rebatizar a banda depois da saída do seu irmão Noel, Liam e os demais decidem que a banda de agora em diante se chamará... OASIS 2.0. Esse lampejo de genialidade é justificado por: "Seremos os mesmos fazendo as mesmas coisas, nada irá mudar". Claro que não, o fato de pelo menos 90% do material do Oasis ter sido do Noel indubitavelmente não muda nada nisso tudo, muito menos o fato de o próprio nome OASIS ter vindo da cabeça do Noel. Imagina! /ironiapesada



Liam exercitando o cérebro

Jogos Mortais não vai acabar nunca. Assistimos o VI no cinema e, embora tenha tido jeitão de último, ainda deixou algumas pontas soltas que eu me recuso a acreditar que tenha sido distração! E o mais engraçado de tudo é que o Jigsaw morreu beeem morrido no III e continua aparecendo até hoje :)

Joguei boliche de verdade! E inventei uma técnica de lançamento bem... peculiar. É bizarra, mas pelo menos não machuca meu pulso. E eu fiz strikes, então parem de me criticar ok bjs ;*

Amanhã tem revelação de amigo-secreto, oh geez.

16/12/2009

Charada:

Observe com atenção a seguinte foto do vocalista do Streetlight Manifesto no palco do Warped este ano e responda à questão:



Como você acha que Tomas Kalnoky quebrou o braço?
 

14/12/2009

30 anos de London Calling




Adoro ter oportunidade de falar sobre meus álbuns favoritos - ainda mais quando são clássicos fazendo aniversário \o/ [Alguém lembra do post do Abbey Road?]

Vamo' lá que Londres está afundando e eu moro na beira do rio ♪:

"London is drowning and I live by the river" {london calling}

12/12/2009

Você sobreviveria a um ataque zumbi?


(clique para fazer o teste - em inglês)

Eu sou um zumbi-espião
- Eu ainda sou humano. Mas ajo como um zumbi.
- A vida de um zumbi de mentira não é perfeita, mas é melhor do que ficar preso em casa.



Você é um zumbi-espião.


Você ainda é humano, mas ninguém consegue dizer, porque você está gemendo de modo faminto e tropeçando por aí com os outros zumbis. Você não está a fim de se envolver em exaustivas batalhas zumbis. Você só quer viver e deixar viver (ou deixar não-viver, pelos zumbis). Parece que a solução mais fácil é se juntar à ralé dos mortos-vivos por enquanto. Vai até dar certo, desde que eles não percebam seu delicioso cheiro humano. A vida de um zumbi de mentira não é perfeita - é como estar numa festa chata onde ninguém fala muito, e a comida é realmente nojenta. (ri muito disso HAUHUAHUAUAHUAHAUh) Mas quer saber? Melhor do que ficar em casa até essa guerra zumbi acabar, não acha?


.

Incrível, meu. Esses testes sempre dão certo!

.



ZOMBIE, I
GIRL PLEASE RUN AWAY ♪

Calabrese
- uma das minhas bandas favoritas de horror punk :)

10/12/2009

Voltando àquela tarde...


roubado covardemente do ryotIRAS, como sempre.

.

Era uma tarde qualquer de 1998 ou 1999, não me lembro mais. Emmanuella estava na biblioteca da escola procurando pelo próximo livro que iria devorar nas aulas de Literatura Brasileira. Como já tinha lidos todos ali indicados para sua faixa etária, foi se aventurar em outra estante, que já estava descobrindo há algum tempo. Olhou pra um livro cujo nome já estava lhe chamando a atenção há uns dias... Incidente em Antares, de Érico Veríssimo. Pegou-o pela trocentésima vez pra ler a sinopse e pela trocentésima vez uma Emmanuella de 11 ou 12 anos se perguntou: "Será que eu vou entender esse livro?". Mas dessa vez ela cometeu um ato ousado e resolveu emprestar este mesmo.

Chegando ao balcão da bibliotecária, a muito profissional mulher olha para Emmanuella, olha para o livro com pouco mais de 400 páginas e diz: "Você é masoquista, é?"

Ora, Emmanuella nunca tinha ouvido aquela palavra antes e não fazia ideia do que ela queria dizer, mas vinda de uma pessoa supostamente entendida em literatura, ela concorda com um risinho sem graça: "É, acho que sim".

.

Muitos anos depois, Emmanuella parou pra pensar e finalmente teve certeza:

Ela é.

Ela é daquele tipo de pessoa que tanto gosta de sofrer que cria as situações de modo que acabem em dor. Quando as coisas estão indo muito bem, ela logo dá um jeito de fazer com que o final não seja o mais feliz.  Ela só procura a companhia de pessoas que lhe são indiferentes, só se apaixona pelos caras distantes - fisicamente ou em probabilidade de ter uma chance - e só alimenta os sonhos que não pode alcançar.

Por que ela faz isso? Nem ela sabe... Talvez seja o prazerzinho sádico de sentir a própria desgraça. Talvez seja a busca desesperada por atenção. Talvez seja pelo gostinho incomparável da autopiedade. A verdade é que isso é uma coisa que ela faz, inevitavelmente, e não gosta.

Ô, guriazinha complicada, essa.

.

ah sim, apesar da primeira metade ser chata, o livro é ótimo! :)

08/12/2009

The Walrus

Abandonado pelo pai, rejeitado pela mãe, criado pela tia. Um marido violento e infiel para Cynthia, um pai ausente e severo para Julian. Dependente de drogas fortes e dono de uma personalidade intratável, cujo sarcasmo e obsessão, sempre bem demonstradas em coletivas de imprensa, nem mesmo os amigos de tantos anos puderam suportar; pondo fim -ele, e só ele-  a um dos maiores mitos da história do rock. Esse é o John Lennon que poucos conhecem.



Hoje, 29 anos depois de sua morte, ele é conhecido por ter sido um dos músicos mais brilhantes do século XX, por ter sido líder de uma das bandas mais importantes da história; por dedicar sua carreira e vida pós-banda na busca da paz e do amor entre a humanidade. Amante eterno de Yoko Ono. Reconhecido pelas letras tocantes de suas músicas, com tal emoção e sinceridade que são influentes até hoje, sendo seguido e idolatrado por milhares neste mundo. Esse é o John Lennon que o mundo conhece.

E creio que seja essa a imagem que o mundo deva guardar dele. Porque ela é verdadeira, sim. Tão verdadeira quando a introdução deste post.

Vamos entender isso melhor?


07/12/2009

 



John & Julia, 1949





Mãe
Você me teve
Mas eu nunca tive você
Eu te queria
Mas você não me quis
Então, só queria te dizer
Adeus...


Pai
Você me deixou
Mas eu nunca deixei você
Eu precisava de você
Mas você não precisou de mim
Então, só queria te dizer
Adeus...


Crianças
Não façam o que eu fiz
Eu não conseguia andar
Então eu tentei fugir
Então, eu só queria dizer
Adeus...

Mamãe, não se vá...
Papai, volte para casa...



Mother
John Lennon
John Lennon/Plastic Ono Band (1970)



Mais explícito que isso, creio que seria impossível. Se você de certa forma se sentiu chocado ou achou que isso é triste demais, não perca o post de amanhã.

05/12/2009

 



"Não é a espécie 
mais forte 
que sobrevive, e nem a 
mais inteligente
mas aquela 
mais disposta a mudar."

-Charles Darwin

01/12/2009

Dicas de como ampliar seu horizonte musical!

Hoje tô disposta a dividir com vocês o(s) meu(s) método(s) de como eu faço pra conhecer tanta banda. Cada um tem seu jeito de conhecer bandas novas, talvez alguns aqui façam exatamente como eu; mas vou dizer como eu faço caso um dia você não saiba mais como mudar um pouco o que anda ouvindo!

Well, aqui vão alguns métodos de busca que vão te garantir ao menos 90% de certeza de que você vai gostar do que achar!


everybody... everybody... everybody... plays guitar :(  - eu não, Aaron :~


• Antes e mais óbvio, procure a página do MySpace e/ou LastFM das bandas que você mais gosta. Em ambos os sites existem espaços para bandas favoritas (no caso do MySpace) e bandas relacionadas/parecidas (no LastFM). As chances de você curtir essas bandas são bem grandes, se estão de certa forma relacionadas à essas que você já gosta :)

Indicações de amigos também é legal, se esses amigos ouvem as mesmas coisas que você e tal, ou se você confia no gosto peculiar de cada um :B oe

• Não que seja muito eficiente, mas às vezes dá certo: as originais dos covers que as suas bandas favoritas fazem. Você pode se surpreender ao perceber que amou a banda que compôs aquilo antes, há. Outra maneira, seguindo o pensamento: se você conhece bem a banda favorita e costuma acompanhar entrevistas e essas coisas, logo vai perceber que os caras sempre dizem que se inspiram em alguém ou coisa assim. Procure conhecer. Gostando ou não, pelo menos assim você entende melhor porque sua banda favorita toca daquele jeito.

Blogs de música. De resenhas, de download, qualquer coisa assim; desde que dê ao leitor ao menos uma introdução: dizer o estilo, com o que (não) se parece, para que você não vá procurando às cegas. Vou citar aqui alguns blogs que são agregadores de blogs de música. Todos eles listam blogs como estes que citei e separam todos por categoria (rock, jazz, blues, hip hop, reggae...), então você já sabe o que procurar na lista: Digital Meltdown; All Music, All Blogs; Freewave; XChannel Blogroll. Muitos dos blogs listados são em português, então não se desesperem ;)

.

Taí, galera, são esses os meus métodos. Normalmente eu uso mais esse último, já tenho uns blogs favoritos e até confio plenamente nos autores de alguns deles. Vai do gosto de cada um escolher os seus favoritos.
Tomara que encontrem novidades e que se divirtam! :)