30/01/2010

O Show no Telhado

30 de janeiro de 1969.

Os Beatles se reuniam uma última vez para se apresentar publicamente como uma banda.


A essas alturas, as coisas já estavam bem feias pra eles. Brigavam o tempo todo até chegar ao ponto de, pior do que brigar, não se falarem mais. John Lennon havia irritado a todos com sua ideia fixa de insistir em levar Yoko Ono ao estúdio para dar palpite no trabalho deles. Eles já não concordavam em nada e o andamento criativo da banda desacelerou até parar.

Numa tentativa vã de reerguer o ânimo dos Fab Four, o diretor Michael Lindsay-Hogg tem a "brilhante" ideia de filmar todo o processo de composição e gravação do então último álbum da banda, Let It Be, tranformando a filmagem num documentário. Resumindo a história toda, a coisa ficou tão ruim que o lançamento de Let It Be ocorreu apenas no ano seguinte, quando a banda já estava oficialmente acabada. O documentário de maneira geral retrata todas as brigas, estresse e desinteresse entre os quatro + Yoko Ono.

A parte final do filme contaria com uma "última apresentação ao vivo dos Beatles", que já não faziam turnês desde 1965 - eles estavam frustrados por causa do escândalo da beatlemania que não os permitia sequer ouvir o que estavam tocando, e também porque o seu som em estúdio estava ficando meio complexo de reproduzirem ao vivo. A apresentação ocorreria ali no telhado do estúdio mesmo, a Apple, em Londres; e ninguém além deles sabia que isso ocorreria - de forma que pegou a todos de surpresa.

Olhando a apresentação, mal dá para acreditar que eles estavam discutindo tanto até o minuto em que pisaram lá, que John e Paul estavam a ponto de querer matar um ao outro e que George e Ringo quase desistiram de participar. Você pode conferir o show completo aqui:




(o que eu acho mais engraçado é esse povo aparecendo do nada e parando com cara de WTF)


O setlist foi:

  • Get Back
  • Don't Let Me Down
  • I've Got A Feeling
  • One After 909
  • Dig A Pony
  • Get Back (de novo :D)

Infelizmente a apresentação não pode ser maior - como foi um evento-surpresa em horário comercial (foi por volta da hora do almoço), a polícia precisou intervir e interromper o show por causa do "barulho" (como dá pra ver na última música). Antes de ir embora, John diz ao microfone:

"Gostaria de dizer um 'obrigado' a todos em nome do grupo, e espero que tenhamos passado no teste de audição!"


"Enquanto tocavam, triunfando graças a seus instintos incomparáveis, John e Paul trocando sorrisos a cada bom momento ou deslize, a verdade sobre eles ficou clara: os Beatles eram uma família com uma história em comum, com uma linguagem particular que nenhum deles jamais esqueceria."
[Rolling Stone #36, set/09]