06/07/2010

 

Há 53 anos, a mais famosa dupla do mundo se formava.


Dois rapazes de idades diferentes, classes diferentes, realidades familiares diferentes; que se conheceram na quermesse anual de Liverpool, enquanto a banda de skiffle local, The Quarry Men, tocava. Dois garotos que em nada se assemelhavam, salvo em um aspecto: a paixão pela música. Dois rapazes que viram um no outro o que queriam ser dali em diante...

...A dupla mais importante, produtiva e perfeita da história da música.


"Não havia dúvida, eles estavam sintonizados na mesma estação. No entanto, além da paixão pela música e da identificação, ambos preenchiam enormes lacunas na vida um do outro. Enquanto John era impaciente e descuidado, Paul era perfeccionista - ou pelo menos aparentava ser - na abordagem metódica em relação à música e na forma como via o mundo.

Enquanto John era temperamental e despreocupado, Paul era expansivo, gregário e irrepreensivelmente alegre. Enquanto John era direto e brutalmente franco, Paul usava da diplomacia para manipular as situações. Enquanto John tinha atitude, a natureza artística de Paul era um trabalho em progressão. (...) Enquanto John lutava para se transformar em músico, Paul parecia ter nascido músico."

SPITZ, Bob. The Beatles: A biografia. São Paulo: Larousse do Brasil, 2007.

Lennon-McCartney. Desde 1957.