05/08/2010

Mo.

Olha só, o ódio apoderou-se do meu corpo e acabei esquecendo completamente que tinha um post especial pra fazer. Fica pra hoje, então.

Antes, a nível de curiosidade, só queria contar que já comecei a faculdade de Jornalismo e as primeiras impressões foram bem boas. Prevejo pressão e correria. That's the way, uhu uhu, I like it, uhu uhu ♪

Povo deve ver esses meus posts obsessivos sobre membros das famílias dos beatles e pensar que eu sou doente. Ah, chamem do que quiser; eu realmente gosto de falar sobre isso, fico sabendo tanto sobre cada um deles que os considero da minha própria (talvez porque eles sejam a minha ideia de família ideal, já que a minha... enfim). E daí eu sinto vontade de conversar com alguém sobre isso e, como não encontro, posto aqui, vocês leem e eu fico feliz igual :)

Eu falei uma vez que postaria um dia sobre a Maureen, que foi esposa do Ringo. Pois então, ontem foi aniversário dela (ela faria 64 anos) e achei que a melhor oportunidade seria então. Afinal de contas, a história dela e do Ringo é bonitinha e termina de maneira chata, também...





► Maureen nasceu Mary Cox, mudou seu nome quando se tornou aprendiz de cabeleireira, que foi sua profissão pela maior parte do tempo. Seus amigos sempre a chamavam só de Mo.




► Ela viu Ringo passando em frente ao salão em que trabalhava e saiu atrás dele para pedir um autógrafo. Ele então a convidou para ir ver a banda tocar no Cavern. Ele logo simpatizou com a moça porque, bem, ela era cabeleireira e, caso alguém não saiba, o sonho de Ringo sempre foi ser cabeleireiro! Desde então, os dois sempre saíam juntos e ela o acompanhava em tudo, tendo até sofrido agressões físicas das fãs histéricas. Casaram-se 3 anos depois, quando ela tinha apenas 18 anos.

► Logo vieram os filhos. O primeiro foi Zak (que já foi baterista do Oasis, mas ocupa as baquetas do The Who há vários anos e é onde está até hoje), depois vieram Jason e Lee.

► A história dos dois não foi aquele quase conto-de-fadas como foi com Paul e Linda McCartney. 10 anos depois eles acabaram se divorciando... Ringo estava pisando na bola com casinhos extra-conjugais e problemas de alcoolismo. E depois vieram os boatos de que Maureen estava se encontrando com George Harrison (ao que dizem que George até confessou a Ringo que realmente a amava, o que resultou no divórcio de ambos os casais [George era casado com Pattie Boyd]). 

► Embora separados, a família estava sempre unida e até se chegou a cogitar um retorno, mas Mo acabou se casando mais tarde com o figurão por trás do Hard Rock Cafe e do House Of Blues, Isaac Tigrett, e tiveram juntos uma filha. Chegados diziam que Maureen foi a "único amor da vida do Ringo", e que na ocasião da sua morte, "ele perdeu um pedaço de si com ela".

► Maureen morreu devido a uma complicação no tratamento contra a leucemia, aos 48 anos. Ela havia recebido uma doação de medula de seu filho Zak mas, infelizmente, o organismo rejeitou o transplante. Os quatro filhos, o marido, a mãe e Ringo estavam com ela no hospital, na ocasião da morte.



► Maureen é chamada pelas fãs de "A Grande Sortuda", devido ao fato de ter sido a única fã da banda que conseguiu casar-se com um dos membros.

► Ela nunca chamava Ringo de Ringo. Dizia que era engraçado, e preferia chamá-lo de Richie (seu nome verdadeiro é Richard).

► Era ela quem respondia as cartas que Ringo recebia dos fãs. Todas.

► Cynthia (Lennon) escreveu em suas memórias que Maureen era extremamente paciente com o marido. Mesmo que ele ficasse acordado até as 5 da manhã trabalhando, ela o fazia companhia até que fosse dormir.

► Como eu já tinha dito em outro post, Paul McCartney compôs Little Willow em tributo à Maureen.