Pular para o conteúdo principal

Orfanato de CDs, A Busca do Emprego Perdido, mortos-vivos e linguiça.

Uma semana sem postar, UÓU, recorde!

Fuçando assunto na cabeça, esperem.

Hm, então.

► Já consegui vender alguns dos meus CDs. Infelizmente (no sentido mais extremo da palavra, aliás), não poderei ir ao show do Paul McCartney e isso tá me deixando doente; mas ainda assim peço que continuem divulgando a venda dos meus CDs. Não é muito, mas já ajuda em alguma coisa até que eu consiga um emprego.

► Emprego. Nas últimas semanas larguei meu currículo por cursinhos, laboratórios e onde quer que eu soubesse que houvesse vaga pra alguma coisa, e até agora não tive retorno de nada. Talvez esta semana entrem em contato comigo pra uma entrevista, então... torçam pra dar certo. Andei olhando uns editais de concursos que abriram recentemente e, pra variar, não posso prestar por suposta "falta de qualificação". Faculdade não serve pra nada, meus queridos, é sério.




 ► Ana Cláudia me viciou numa HQ maldita sobre zumbis e há 3 dias não consigo largar essa coisa. Pra vocês terem noção da obsessão, ontem eu passei o dia inteiro sem ouvir UMA música. Até agora tem 77 capítulos traduzidos e eu já estou indo pro 70. Não quero acabar sem saber quando sai o próximo. Me segurem. Ah, sim, a HQ chama-se The Walking Dead e o seriado dela estreará nas gringas no dia 31, agora. Deve chegar no Brasil logo, mas pra quem tem tevê paga. Nós, pobres mortais, baixaremos de graça pela internet em qualidade ruim até que uma boa alma da tevê aberta compre os direitos e transmita.





 
E era isso aí. Um dia volto com boas notícias ou algo pra encher linguiça. Bis bald o/

(Falar em linguiça, me lembro quando começaram a falar na nova reforma ortográfica, dizendo que a trema cairia de vez e que o "w" entraria pro nosso alfabeto. Ana Cláudia e eu decidimos então começar a escrever "lingwiça"... Não foi isso, Ana?)

Postagens mais visitadas deste blog

Algumas das bandeiras mais interessantes do mundo

As bandeiras dos países do mundo são mais do que uma demonstração de cores e padrões: cada detalhe - a escolha e predominância das cores, as faixas, os símbolos, as formas - carrega um significado histórico e/ou cultural que ensina muito sobre o país representado. Selecionei para essa postagem algumas das histórias mais interessantes.
(Não vou falar da nossa Auriverde porque todos nós já estamos carequinhas, certo?)



Reino Unido Union Flag ou Union Jack (azul, vermelho e branco)
Essa bandeira não é a da Inglaterra, como muitos pensam, mas representa os quatro países que formam o Reino Unido: Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte. Esse desenho é usado desde 1801, quando a Grã-Bretanha se uniu à Irlanda do Norte, e é uma mistura das bandeiras desses países: a cruz vermelha de São Jorge (patrono da Inglaterra) sobre a cruz branca de São Patrício (padroeiro da Irlanda), por sua vez sobre a cruz de Santo André (padroeiro da Escócia). O País de Gales não está representado na …

O Dia dos Namorados e a visão de romance por uma assexual arromântica

Vejo que isso vem mudando lentamente, mas, como regra geral, todo mundo é naturalmente criado e tratado como heterossexual (e, consequentemente, heterorromântico). Eu, claro, cresci com essa absoluta certeza e não questionei isso até meados dos meus 20 anos. Até então, achei que eu só era mais "devagar" pra certas coisas, mesmo. Mas vamos ter que voltar um pouco e compartilhar informação demais.
Como expliquei na página de educação e visibilidade, o fato das orientações sexual e romântica serem coisas separadas e muitas vezes não serem correspondentes é o que mais confunde quem demora a "sair do armário". Eu mesma ainda me vejo questionando ambas, embora esteja convencida de que estou, ao menos, em algum espectro de ambas (confira a página mencionada). Não posso falar por todos os assexuais arromânticos porque, obviamente, cada pessoa é diferente da outra e as coisas são diferentes pra todo mundo. Então vou falar por mim.
Embora só tenha percebido isso recentement…

Conhece o teste de personalidade Myers-Briggs?

O MBTI (Myers-Briggs Type Indicator) é um teste psicométrico altamente difundido pelo mundo, embora não seja completamente validado pela psicologia.
Baseadas nas teorias tipológicas propostas originalmente por Carl Jung, Katherine Briggs e sua filha Isabel Myers desenvolveram este indicador na época da Segunda Guerra com a intenção de que, com tal teste, as mulheres descobrissem que trabalhos poderiam desempenhar com mais eficiência e conforto de acordo com os aspectos das suas personalidades. 
O teste considera 16 tipos de personalidades, representados por siglas que são combinações de quatro dicotomias. São elas:


EXTROVERSÃO x INTROVERSÃO SENSORIAL x INTUIÇÃO RAZÃO (Thinking) x SENTIMENTO (Feeling) JULGAMENTO x PERCEPÇÃO

Os 16 tipos são, portanto (clique para ampliar):



Ao realizar o teste, que consiste de várias perguntas a respeito de suas preferências pessoais, o indivíduo é apresentado a um relatório com a sigla das quatro dicotomias que representam seu tipo de personalidade. Um tes…