Pular para o conteúdo principal

-

Por aqui:

Eu ia deixar pra contar quando estivesse oficialmente contratada, com a carteira assinada e tudo o mais, mas pra variar fiquei empolgada e decidi contar antes. Última vez que me empolguei com uma boa notícia, deu tudo errado depois de pouco mais de um mês, então tenho meus motivos pra não querer me empolgar de novo. Finalmente consegui um emprego, comecei nesta quinta-feira. Não tem a ver com a minha formação, mas a bem da verdade, acho que nem faço questão de trabalhar com Biologia.

Teve gente que não entendeu por que eu não quis contar na hora. A minha intenção inicial, sobre essas pessoas, era entrar no MSN no fim de semana, com calma, e contar todos os detalhes. Porém, analisando reações, vi que não valia a pena tentar. As únicas pessoas que merecem "exclusividade" da notícia são meus pais e minha irmã, porque é só pra eles que isso vai mudar alguma coisa; então não vejo qual foi o grande problema em contar a novidade pra todo mundo ao mesmo tempo. Também não tive tempo de contar nada na hora, já que foi literalmente da noite pro dia.

De qualquer forma, tô bem e tô feliz. Me sentindo finalmente útil, tendo novamente uma rotina a seguir e horários a cumprir. Finalmente poderei ajudar a família e conseguir as pequenas coisas que me animam tanto. Nunca tive grandes ambições, tanto que não reclamo por não ter conseguido um emprego à altura do meu diploma. Pela primeira vez na vida consegui um trabalho remunerado, e um salário mínimo pra mim tá louco de bom pra essa fase tenebrosa que a gente tá passando. Podia jurar que a notícia teria uma recepção calorosa da parte daqueles que acompanham essa agonia há quase dois anos, mas até os velhos como eu ainda se enganam. Enfim, graças a Deus não ando mais tendo muito tempo pra me preocupar com isso, também.

No mais, outra boa parte nisso é que meus fins de semana serão finalmente valorizados. Ontem fui brincar de fazer stencil em camiseta e ficou um lixo, mas acho que dá pra usar. Já sei onde errei e logo tento de novo. Depois fomos ao cinema ver a primeira parte do último Harry Potter e chorar muito. Fazer o que, tô há uns 10 anos acompanhando a tragédia pessoal desse guri... E hoje, domingo, chorarei o que sobrou assistindo Paul Macca na tevê. Bom show a quem vai (foi, se já passou), chorem, riam, se emocionem, tirem fotos, filmem, e por favor não me contem como foi.

Bis bald.

(post sem imagem porque sim)

Postagens mais visitadas deste blog

Algumas das bandeiras mais interessantes do mundo

As bandeiras dos países do mundo são mais do que uma demonstração de cores e padrões: cada detalhe - a escolha e predominância das cores, as faixas, os símbolos, as formas - carrega um significado histórico e/ou cultural que ensina muito sobre o país representado. Selecionei para essa postagem algumas das histórias mais interessantes.
(Não vou falar da nossa Auriverde porque todos nós já estamos carequinhas, certo?)



Reino Unido Union Flag ou Union Jack (azul, vermelho e branco)
Essa bandeira não é a da Inglaterra, como muitos pensam, mas representa os quatro países que formam o Reino Unido: Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte. Esse desenho é usado desde 1801, quando a Grã-Bretanha se uniu à Irlanda do Norte, e é uma mistura das bandeiras desses países: a cruz vermelha de São Jorge (patrono da Inglaterra) sobre a cruz branca de São Patrício (padroeiro da Irlanda), por sua vez sobre a cruz de Santo André (padroeiro da Escócia). O País de Gales não está representado na …

O Dia dos Namorados e a visão de romance por uma assexual arromântica

Vejo que isso vem mudando lentamente, mas, como regra geral, todo mundo é naturalmente criado e tratado como heterossexual (e, consequentemente, heterorromântico). Eu, claro, cresci com essa absoluta certeza e não questionei isso até meados dos meus 20 anos. Até então, achei que eu só era mais "devagar" pra certas coisas, mesmo. Mas vamos ter que voltar um pouco e compartilhar informação demais.
Como expliquei na página de educação e visibilidade, o fato das orientações sexual e romântica serem coisas separadas e muitas vezes não serem correspondentes é o que mais confunde quem demora a "sair do armário". Eu mesma ainda me vejo questionando ambas, embora esteja convencida de que estou, ao menos, em algum espectro de ambas (confira a página mencionada). Não posso falar por todos os assexuais arromânticos porque, obviamente, cada pessoa é diferente da outra e as coisas são diferentes pra todo mundo. Então vou falar por mim.
Embora só tenha percebido isso recentement…

Conhece o teste de personalidade Myers-Briggs?

O MBTI (Myers-Briggs Type Indicator) é um teste psicométrico altamente difundido pelo mundo, embora não seja completamente validado pela psicologia.
Baseadas nas teorias tipológicas propostas originalmente por Carl Jung, Katherine Briggs e sua filha Isabel Myers desenvolveram este indicador na época da Segunda Guerra com a intenção de que, com tal teste, as mulheres descobrissem que trabalhos poderiam desempenhar com mais eficiência e conforto de acordo com os aspectos das suas personalidades. 
O teste considera 16 tipos de personalidades, representados por siglas que são combinações de quatro dicotomias. São elas:


EXTROVERSÃO x INTROVERSÃO SENSORIAL x INTUIÇÃO RAZÃO (Thinking) x SENTIMENTO (Feeling) JULGAMENTO x PERCEPÇÃO

Os 16 tipos são, portanto (clique para ampliar):



Ao realizar o teste, que consiste de várias perguntas a respeito de suas preferências pessoais, o indivíduo é apresentado a um relatório com a sigla das quatro dicotomias que representam seu tipo de personalidade. Um tes…