29/11/2010

Saudades, tio Jorge.

Hoje é aniversário de 9 anos da morte de George Harrison e não sei o que postar. No último ano, minha admiração e carinho pelo Tio Jorge (chamo ele assim desde que sonhei que ele era meu tio!) só cresceram; chego a cogitar que ele seja meu beatle favorito. Não apenas pelas suas belas composições, mas por quem ele foi, por quem ele se tornou, pelo que fez pelos outros e pelo lindo legado que deixou. Ouvir a sua voz e mesmo ver suas imagens me transmite uma paz que não consigo explicar.



Se pudesse, deixaria aqui todo o Concert For George para que vocês assistissem e sentissem o quanto ele é amado por seus amigos, fãs e pessoas que tiveram a felicidade de conhecê-lo, e o quanto sua música é especial e como toca quem a ouve. Já deixei um vídeo dele por aqui uma vez, mas não vamos chorar. Hoje farei diferente...


Eu ia deixar só a música e colocar aqui mais algumas fotos, mas o vídeo mostra várias imagens do George durante os anos, então resolvi deixar. Esta foi a última canção que George escreveu e gravou, em parceria com o seu filho Dhani para o álbum de Jools Holland, em 2001, alguns meses antes de morrer. A letra fala, de maneira geral, sobre as pessoas que ignoram avisos e conselhos; incluindo sua teimosia em parar de fumar mesmo com a recomendação do médico, já que ele estava com câncer de pulmão. George fumava desde os 14 anos.



{ Post do ano passado / minibiografia }