04/01/2011

Você não pode fazer isso!


Eu tenho algo a dizer
Que talvez te machuque
Se eu te pegar falando
Com aquele rapaz de novo
Eu vou te decepcionar
E te deixar arrasada
Porque eu já te disse antes:
Você não pode fazer isso!

Bem, é a segunda vez
Que eu te pego falando com ele
Vou ter que te dizer de novo
Que eu acho que isso é pecado?
Acho que vou te decepcionar
E te deixar arrasada
Porque eu já te disse antes:
Você não pode fazer isso!

Todo mundo tem inveja
Porque eu sou aquele que ganhou o seu amor
Mas se eles vissem
O jeito como você fala
Eles ririam da minha cara!

Então, por favor me escute
Se você ainda quer ser minha
Eu não consigo evitar meus sentimentos
Eu posso perder a cabeça
Eu vou te decepcionar
E te deixar arrasada
Porque eu já te disse antes:
Você não pode fazer isso!


Lennon/McCartney
@ A Hard Day's Night (1964)





Por trás deste John Lennon mais cheinho e da performance agitando as cabeleiras, que era típica da banda na época da beatlemania, existe toda uma confissão de Lennon. Mesmo antes de explicitar seus sentimentos sobre a infância em várias entrevistas e em sua carreira solo, John já demonstrava em suas primeiras letras o medo que tinha da rejeição (Lennon se sentia abandonado pelos pais, apesar da ótima criação que teve com os tios), como também a sua tendência ao comportamento violento, que foi tão presente durante o casamento com Cynthia.

**George Harrison usou uma guitarra de 12 cordas para gravar esta música.

3 comentários:

  1. Aí sim hein, John mostrando q é mto mais além de apenas "paz e amor"...

    é, pelo jeito q era bem o contrário disso né, mas enfim, com a Yoko ele mudou?

    ResponderExcluir
  2. Juro q qd li o título, achei q fosse um post sobre o "Que feio servidor! Você não pode fazer isso!" que aparece no orkut :P
    ;*

    ResponderExcluir
  3. Adoro seus textos sobre os Beatles, pq eles vêm assim, coma música, mas trazem um pouquinho deles pra gente.

    Bjo Manu!

    ResponderExcluir

Bom senso, respeito e educação são esperados e sempre bem-vindos nos comentários. Obrigada pela visita!