Pular para o conteúdo principal

Sugestões da Semana

Ok, chega de brigar. Vamos nos encher de chocolate, ser feliz e passar a noite no banheiro (bom, chocolate tem esse péssimo hábito de fazer isso comigo).


  • ÁLBUM:

Nenhum, em especial. To numa semana folk-Dylan-Baez, então sugiro qualquer coisa entre isso aí. Se quiserem dar uma olhada, Joan Baez, Bob Dylan.



  • FILME: Frankenstein Criou a Mulher (Frankenstein Created Woman, 1967)

Eu sei, eu e minha velharia. Ultimamente, tenho achado os filmes antigos muito mais interessantes que os mais recentes. Não sei se justamente pela falta de tantos efeitos especiais, que atualmente têm roubado o espaço da criatividade nos roteiros. Bom, este filme não é assustador. Ele é triste, muito triste. Se alguém já leu o livro Frankenstein, de Mary Shelley, deve ter uma ideia. Aqui neste enredo, o Dr. Frankenstein ainda fazia suas experiências, tentando prender a alma de alguém que havia morrido recentemente em seu próprio corpo, ou em outro corpo. Seu assistente, Hans, é guilhotinado injustamente pelo assassinato do pai do amor de sua vida, Christina, que é uma bela moça, porém com imperfeições físicas que geram todo tipo de ação maldosa da população local. Com a morte do pai e depois do namorado, a moça acaba se suicidando. Dr. Frankenstein tem material de sobra pro seu mais novo experimento, mas a coisa acaba saindo do seu controle. É, daí dá pra imaginar o que vai acontecer.

Peguei na locadora, sorry ;(

  • OUTRO: Curta/Videoclipe - Social Distortion, Machine Gun Blues




O grande acontecimento da semana, fiquei acordada até depois das 2h da madruga pra assistir a transmissão online!! Há um tempo, fomos surpreendidos pela notícia de que a banda lançaria um curta-metragem baseado na música Machine Gun Blues, de seu mais novo álbum (Hard Times and Nursery Rhymes). Nele, os caras da banda são gângsters em pleno 1934 e, como bons gângsters, vão assaltar um banco. A coisa vira uma tragédia só, mas ficou uma produção digna de cinema! Tem duração de 8 minutos, e vocês podem ver como ficou aqui embaixo:







Curiosidade:

O garoto engraxate é filho do vocalista Mike Ness; e a mulher que passa no começo do filme, e que acabam matando, sem querer, é a esposa de Mike Ness.

Postagens mais visitadas deste blog

O Dia dos Namorados e a visão de romance por uma assexual arromântica

Vejo que isso vem mudando lentamente, mas, como regra geral, todo mundo é naturalmente criado e tratado como heterossexual (e, consequentemente, heterorromântico). Eu, claro, cresci com essa absoluta certeza e não questionei isso até meados dos meus 20 anos. Até então, achei que eu só era mais "devagar" pra certas coisas, mesmo. Mas vamos ter que voltar um pouco e compartilhar informação demais.
Como expliquei na página de educação e visibilidade, o fato das orientações sexual e romântica serem coisas separadas e muitas vezes não serem correspondentes é o que mais confunde quem demora a "sair do armário". Eu mesma ainda me vejo questionando ambas, embora esteja convencida de que estou, ao menos, em algum espectro de ambas (confira a página mencionada). Não posso falar por todos os assexuais arromânticos porque, obviamente, cada pessoa é diferente da outra e as coisas são diferentes pra todo mundo. Então vou falar por mim.
Embora só tenha percebido isso recentement…

Algumas das bandeiras mais interessantes do mundo

As bandeiras dos países do mundo são mais do que uma demonstração de cores e padrões: cada detalhe - a escolha e predominância das cores, as faixas, os símbolos, as formas - carrega um significado histórico e/ou cultural que ensina muito sobre o país representado. Selecionei para essa postagem algumas das histórias mais interessantes.
(Não vou falar da nossa Auriverde porque todos nós já estamos carequinhas, certo?)



Reino Unido Union Flag ou Union Jack (azul, vermelho e branco)
Essa bandeira não é a da Inglaterra, como muitos pensam, mas representa os quatro países que formam o Reino Unido: Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte. Esse desenho é usado desde 1801, quando a Grã-Bretanha se uniu à Irlanda do Norte, e é uma mistura das bandeiras desses países: a cruz vermelha de São Jorge (patrono da Inglaterra) sobre a cruz branca de São Patrício (padroeiro da Irlanda), por sua vez sobre a cruz de Santo André (padroeiro da Escócia). O País de Gales não está representado na …

As curiosas origens de 4 famosos jogos de tabuleiro

Adaptado do artigo original do Mental Floss.



Jogos de tabuleiro são uma forma de entretenimento criada pelos egípcios há 5 mil anos e nunca saíram de moda, mesmo que atualmente tenham sido adaptados em vídeo games ou jogos para o celular. Aqui vão as origens de alguns dos sucessos mundiais favoritos:

Monopoly / Banco Imobiliário

Embora seja considerado um jogo que glorifica o capitalismo (tendo sido banido de países como a China e a antiga União Soviética), este clássico foi inventado para representar justamente a ideia oposta. A americana Elizabeth Magie era ativista contra o pagamento de impostos imobiliários, no fim do século 19. Segundo ela e outros simpatizantes, deveria haver apenas um imposto de propriedade, diminuindo assim a diferença de riqueza entre os senhorios e os inquilinos. Para demonstrar de uma maneira fácil como as coisas aconteciam na época, Lizzie patenteou, em 1904, um jogo chamado The Landlord's Game ("O jogo do senhorio"), cujo objetivo era acumula…