01/07/2011

"Superordem Xenarthra", ainda vou criar uma liga de super-herois com esse nome.

As preguiças-gigantes (também chamadas de Megatérios) são um grupo extinto da Superordem Xenarthra (a mesma das preguiças comuns, dos tatus e tamanduás). Elas eram literalmente gigantes e faziam parte da chamada megafauna pré-histórica (vejam bem, na pré-história existiam dezenas de espécies de animais gigantes, todas misteriosamente extintas).

Esses seres surgiram no Oligoceno (época em que se desenvolveram os primeiros mamíferos herbívoros - rinocerontes, cavalos, bovinos, porcos, cervos e etc), há cerca de 30 milhões de anos; e estão extintos há pelo menos 10 mil anos. Porém, dizem que existiam espécies viventes da preguiça-gigante em Cuba até meados de 1550. Apareceram na região da Patagônia, desenvolveram-se na América do Sul, e quando o istmo do Panamá se estabeleceu, migraram para o Norte e foram até o Canadá.

Como é de se adivinhar, a preguiça-gigante não tinha os hábitos das nossas preguiças atuais; ou seja, a nossa velha amiga não ficava pendurada em árvores. Porque, né, convenhamos: que tipo de árvore aguentaria um bicho de 5 toneladas e 6 metros de altura?

De qualquer forma, as centenas de fósseis encontrados em diversas partes da América começaram a ser estudadas em 1796. Existe um grande rumor de que existem espécimes sobreviventes vivendo bem dentro da Floresta Amazônica. Os nativos, que as chamam de mapinguari, as descrevem como seres gigantes, de pelo avermelhado, grandes garras e que, em pé, alcançariam até 2 metros de altura. Mas, na verdade, nenhum cientista até hoje conseguiu encontrar nenhuma prova de que tais animais existam. As amostras de pelos provaram ser de cutia, e as pegadas podiam ser "facilmente forjadas".


.

Engraçado como o meu cérebro funciona. A secretária da escola onde trabalho passou boa parte da tarde dizendo que estava com muita, mas MUITA preguiça. "Muita, mas MUITA preguiça" sempre me lembra daquela música antiga do Ultraje a Rigor cujo refrão vai assim: "Eu tenho uma preguiça... giii-gan-teees-caaa... uô-ô, gigante pela própria natureza". Daí a menção à "preguiça gigantesca" me fez lembrar desse trabalho que eu apresentei no penúltimo período de faculdade, em Zoologia 4, sobre a Superordem Xenarthra, e por algum motivo pensei que seria legal postar sobre isso. Não precisam agradecer.

3 comentários:

  1. HHAHAHAH liga de super heróis, que ideal genial cara :'D

    ResponderExcluir
  2. Quem sabe a tal secretária é o elo perdido entre a preguiça gigante e as atuais?

    ResponderExcluir
  3. Adorei o post e a maneira como tu decidiu postar sobre isso, kkkkk!


    Bjo Manu!

    ResponderExcluir

Bom senso, respeito e educação são esperados e sempre bem-vindos nos comentários. Obrigada pela visita!