Pular para o conteúdo principal

"Assiste a 16 séries (provavelmente não dorme)"

Há uns meses, fiz um post apresentando as séries que estava acompanhando no momento. Algumas ainda acompanho, outras já terminei. De lá pra cá, comecei a acompanhar outras, então acho que já está na hora de atualizar a lista. Não vou repetir as que já postei, então aqui vão as que comecei a ver depois (em ordem alfabética):


Fringe



A agente do FBI Olivia Dunham se vê envolvida numa série de casos, maior do que jamais sonharia em lidar. Quando seu parceiro (e também companheiro) John Scott foi morto em serviço, logo descobriu-se que ele era um agente duplo - trabalhando simultaneamente num caso suspeitíssimo que inclui traição à tudo o que deveria honrar. A partir daí, a agente Dunham foi escalada pelo misterioso Phillip Broyles a trabalhar numa série de casos assustadores relacionados ao que o agente Scott fazia em segredo, que formam um Padrão ligado ao que eles chamam de Ciência de Borda (Fringe). Pra resumir a complexidade do caso, é como se o mundo fosse um grande laboratório de experiências científicas, onde a humanidade é a Grande Cobaia. Para tanto, Olivia conta com a ajuda da mente aguçada do (também) misterioso Peter Bishop, e seu pai, Walter Bishop, um cientista brilhante que passou os últimos 17 anos preso em um manicômio judiciário, por conta da morte acidental de seu assistente de laboratório em meio a uma experiência. O conhecimento de Walter é essencial para o desvendar das investigações, mas o homem é completamente maluco, então as cenas dele são geralmente engraçadas (haha). É uma mistura de Arquivo X, menos aliens e mais teletransporte e muitas leis da Ciência sendo reescritas. Muito viciante.

Status: na primeira temporada



Hércules: A Lendária Jornada / Hercules: The Legendary Journeys



Quem, da minha geração, não cresceu assistindo Hércules e Xena na TV, não teve infância! Fiquei toda super feliz quando vi que tinha na Netflix que comecei a assistir tudo desde o começo - mas aí logo saiu do catálogo e fiquei sem poder terminar :( Pra quem nunca chegou a assistir, os episódios narram as várias aventuras do semideus grego Hércules (SÉRIO?), e, apesar das tragédias e mortes, as histórias são divertidas e os efeitos especiais são bem toscos (como só fui perceber agora depois de tantos anos, HAHAHA). É bem legal pra quem, como eu, adora a Mitologia Grega e quer entender melhor as histórias.

Status: travada na primeira temporada ;~



Luther



A BBC e essa mania irritante de fazer séries geniais de temporadas curtíssimas. É um drama psicológico criminal, onde John Luther é um detetive genial (não, tipo genial MESMO), e por ser assim, paga um preço alto pela sua dedicação, perfeccionismo, e pelo comportamento obsessivo e violento em relação a cada caso. Ao acabar envolvido em algo muito maior do que imagina, recebe ajuda das pessoas mais improváveis: Alice Morgan, uma assassina de sangue-frio que nutre uma simpatia doentia por Luther, e Mark North, atual companheiro de sua ex-esposa. A série prende pelos casos aparentemente complexos, resolvidos com maestria pela genialidade de Luther, e pela parceria do trio (além de ser, na minha opinião, a melhor série policial que já assisti - o dia-a-dia de uma investigação criminal completamente natural e convincente, sem aquela "teatralidade" tão comum das séries do gênero). Super recomendado!

Status: aguardando nova temporada



As Aventuras de Merlin / Merlin



A BBC tem uma mão pra fazer séries viciantes que eu não consigo entender. Bom, quem nunca ouviu falar em Merlin, Rei Arthur, bruxa Morgana e os cavaleiros da Távola Redonda, não é? A vantagem das lendas é que elas não são, comprovadamente, histórias reais, então há aquela flexibilidade quanto a personagens e acontecimentos. O que acontece aqui, nessa adaptação de sucesso, é o seguinte: pegaram todos os personagens essenciais das lendas, deixaram todo mundo mais jovem, e fizeram uma mistura muito interessante dos eventos (Guinevere é criada de Morgana, Merlin é criado de Arthur...). Merlin é um rapaz com poderes mágicos, mas que não pode agir publicamente por causa da intolerância do rei Uther quanto à Antiga Religião. Não obstante, todo mundo vai praticar magia debaixo do nariz do Uther direto em Camelot, o que o deixa meio irado e cada vez mais intolerante. Merlin tenta, com a ajuda do médico/curandeiro Gaius e do Último Dragão, encontrar uma forma de fazer com que Uther mude de ideia a respeito da magia, que nem sempre ela é uma força maligna - afinal, a sua própria salvou a vida do príncipe Arthur pelo menos meia centena de vezes, sem que ninguém nunca soubesse. Uma dica, antes de começarem a assistir a essa série (quem começa não consegue parar, é sério): se não souberem nada sobre a lenda do Rei Arthur, não se preocupem em pesquisar. Não precisa. Cada história que vocês ouvirem, vai ser diferente. (sério, tô lendo As Brumas de Avalon e minha cabeça tá com todos os tipos de nós que já inventaram)

Status: acompanhando a quinta temporada


Jornada nas Estrelas: A Nova Geração / Star Trek: The Next Generation



Depois que a série original foi cancelada (devido ao baixo IBOPE), foi que começaram a aparecer fãs e viciados por toda parte do mundo. As convenções foram começando a ser organizadas e de repente metade do mundo era trekker - meio tarde demais. A essas alturas, anos depois, o pessoal do elenco original não estava muito disposto a retomar a série, sem falar no trabalho que seria remontar os mesmos cenários, que já estava destruído há muito tempo. Então Gene Roddenberry resolver seguir em frente com A Nova Geração. Esta equipe viaja em outra Enterprise, 85 anos depois da anterior. O elenco principal é ligeiramente maior do que o clássico, e nota-se que não há relação direta com ele. O alien a bordo agora é um klingon, o capitão Picard é muito diferente de Kirk, e há mais mulheres no comando. Há quem diga que esta série teve muito mais aceitação do que a clássica, tendo 7 temporadas (contra 3 da original), e contando também com muito mais recursos, agora que o orçamento ficou bem melhor. Eu, por enquanto, estou gostando tanto quanto da outra! (e sério, como não amar o Data?)

Status: na primeira temporada


.

Ah, e as tantas outras que ainda quero começar a assistir...

Postagens mais visitadas deste blog

Algumas das bandeiras mais interessantes do mundo

As bandeiras dos países do mundo são mais do que uma demonstração de cores e padrões: cada detalhe - a escolha e predominância das cores, as faixas, os símbolos, as formas - carrega um significado histórico e/ou cultural que ensina muito sobre o país representado. Selecionei para essa postagem algumas das histórias mais interessantes.
(Não vou falar da nossa Auriverde porque todos nós já estamos carequinhas, certo?)



Reino Unido Union Flag ou Union Jack (azul, vermelho e branco)
Essa bandeira não é a da Inglaterra, como muitos pensam, mas representa os quatro países que formam o Reino Unido: Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte. Esse desenho é usado desde 1801, quando a Grã-Bretanha se uniu à Irlanda do Norte, e é uma mistura das bandeiras desses países: a cruz vermelha de São Jorge (patrono da Inglaterra) sobre a cruz branca de São Patrício (padroeiro da Irlanda), por sua vez sobre a cruz de Santo André (padroeiro da Escócia). O País de Gales não está representado na …

O Dia dos Namorados e a visão de romance por uma assexual arromântica

Vejo que isso vem mudando lentamente, mas, como regra geral, todo mundo é naturalmente criado e tratado como heterossexual (e, consequentemente, heterorromântico). Eu, claro, cresci com essa absoluta certeza e não questionei isso até meados dos meus 20 anos. Até então, achei que eu só era mais "devagar" pra certas coisas, mesmo. Mas vamos ter que voltar um pouco e compartilhar informação demais.
Como expliquei na página de educação e visibilidade, o fato das orientações sexual e romântica serem coisas separadas e muitas vezes não serem correspondentes é o que mais confunde quem demora a "sair do armário". Eu mesma ainda me vejo questionando ambas, embora esteja convencida de que estou, ao menos, em algum espectro de ambas (confira a página mencionada). Não posso falar por todos os assexuais arromânticos porque, obviamente, cada pessoa é diferente da outra e as coisas são diferentes pra todo mundo. Então vou falar por mim.
Embora só tenha percebido isso recentement…

Conhece o teste de personalidade Myers-Briggs?

O MBTI (Myers-Briggs Type Indicator) é um teste psicométrico altamente difundido pelo mundo, embora não seja completamente validado pela psicologia.
Baseadas nas teorias tipológicas propostas originalmente por Carl Jung, Katherine Briggs e sua filha Isabel Myers desenvolveram este indicador na época da Segunda Guerra com a intenção de que, com tal teste, as mulheres descobrissem que trabalhos poderiam desempenhar com mais eficiência e conforto de acordo com os aspectos das suas personalidades. 
O teste considera 16 tipos de personalidades, representados por siglas que são combinações de quatro dicotomias. São elas:


EXTROVERSÃO x INTROVERSÃO SENSORIAL x INTUIÇÃO RAZÃO (Thinking) x SENTIMENTO (Feeling) JULGAMENTO x PERCEPÇÃO

Os 16 tipos são, portanto (clique para ampliar):



Ao realizar o teste, que consiste de várias perguntas a respeito de suas preferências pessoais, o indivíduo é apresentado a um relatório com a sigla das quatro dicotomias que representam seu tipo de personalidade. Um tes…