Pular para o conteúdo principal

Só pra reclamar um pouquinho

Não me lembro se já tinha ficado mais de um mês sem atualizar isso aqui, antes. Detesto abandonar as coisas :(

MAS

O HCtZ não tá abandonado (ê!). Só levemente deixado de lado contra a minha vontade. Vamos colocá-los a par dos fatos:



Todo mundo aqui já deve saber, acho que todos me acompanham em outras redes sociais, mas este ano comecei uma Pós-graduação (uhu me animei, incrível). Não tem a ver com Biologia - se chama Formação de Tradutores em Língua Inglesa. Tem a ver com o meu trabalho, é a parte que eu mais curto nele, e é um baita diferencial na minha (pelo jeito) carreira. O curso é interessantíssimo e tô aprendendo e praticando muita coisa nova.

Porém...

O fato do curso ser à distância me complica um pouco a vida. Não faz sentido, não é? Vou explicar: quando não se tem uma rotina específica de estudo, e como eu não tenho nada parecido com uma rotina, devido aos meus horários loucos de trabalho, não consigo organizar direito uma programação pros estudos. O primeiro semestre foi mais tranquilo, consegui conciliar bem o trabalho e o estudo e fechei as três primeiras disciplinas com um 10,0 redondão em cada (:D). Este semestre, entretanto, está sendo bem complicado.

Além das matérias novas, que exigem entrega de trabalhos toda semana, também é época de escrever o temido TCC. O tema que eu escolhi não é difícil e não exige muita pesquisa, mas, por ser meu primeiro artigo científico, tô apanhando bastante da metodologia e tenho sempre muitas dúvidas sobre o que e como fazer. Precisei abrir mão de algumas aulas pra poder ter mais tempo de me dedicar à tudo (então também tô ganhando menos), mas ainda assim não está sendo o suficiente. Estudo todas as manhãs, trabalho quase todos os dias das 14h às 20h, e estudo novamente toda noite das 22h até onde eu aguentar (o que raramente tem sido antes das 2h). Não tenho mais fins de semana e feriados, já que são os dias que me restam pra arrumar as coisas da escola. Essa falta de descanso tá me prejudicando em várias áreas: meu trabalho não tá satisfatório, não consigo mais preparar aulas legais, ando impaciente com os alunos que precisam de mais atenção. Vou pra escola com cara de quem morreu na semana anterior e não foi avisada, não há truque de maquiagem que esconda as olheiras permanentes e o evidente cansaço. A pele tá horrível, quase nunca consigo fazer as unhas. Perdi um pouco de peso (minhas alimentações diárias são o almoço e um lanche quando chego do trabalho) mas não pude mais fazer exercícios (além da caminhada de 40 minutos até o trabalho todo dia) e a anemia bateu de novo. Ainda bem que cortei o cabelo e ele fica legal despenteado (:P).

Então ando bastante desanimada, no geral. É inevitável aquela sensação de que, no fim das contas, esse esforço todo vai dar na mesma que a minha faculdade: em nada. Que vou terminar esse curso (se tudo der certo), pegar meu diploma, atualizar meu Lattes e continuar fazendo o de sempre.

Bom, ninguém tem nada a ver com nada disso que eu escrevi aqui; foi uma decisão minha voltar a estudar e eu de certa forma sabia que isso ia acabar acontecendo. Quis escrever tudo porque ando sendo meio incapaz como filha, irmã, amiga e profissional e achei que devia uma explicação, a quem possa interessar, e assim também poupar pessoas queridas de mimimis irritantes no dia-a-dia.

Se eu fui tosca com alguém sem motivo, me perdoem, de coração. Espero que entendam a pressão aqui. No fim de novembro, acaba.

.

Vou tentar voltar, daqui a algum tempo, pra postar sobre a Morgan, minha filha vegetal. Vocês vão adorá-la! :D

Postagens mais visitadas deste blog

Algumas das bandeiras mais interessantes do mundo

As bandeiras dos países do mundo são mais do que uma demonstração de cores e padrões: cada detalhe - a escolha e predominância das cores, as faixas, os símbolos, as formas - carrega um significado histórico e/ou cultural que ensina muito sobre o país representado. Selecionei para essa postagem algumas das histórias mais interessantes.
(Não vou falar da nossa Auriverde porque todos nós já estamos carequinhas, certo?)



Reino Unido Union Flag ou Union Jack (azul, vermelho e branco)
Essa bandeira não é a da Inglaterra, como muitos pensam, mas representa os quatro países que formam o Reino Unido: Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte. Esse desenho é usado desde 1801, quando a Grã-Bretanha se uniu à Irlanda do Norte, e é uma mistura das bandeiras desses países: a cruz vermelha de São Jorge (patrono da Inglaterra) sobre a cruz branca de São Patrício (padroeiro da Irlanda), por sua vez sobre a cruz de Santo André (padroeiro da Escócia). O País de Gales não está representado na …

O Dia dos Namorados e a visão de romance por uma assexual arromântica

Vejo que isso vem mudando lentamente, mas, como regra geral, todo mundo é naturalmente criado e tratado como heterossexual (e, consequentemente, heterorromântico). Eu, claro, cresci com essa absoluta certeza e não questionei isso até meados dos meus 20 anos. Até então, achei que eu só era mais "devagar" pra certas coisas, mesmo. Mas vamos ter que voltar um pouco e compartilhar informação demais.
Como expliquei na página de educação e visibilidade, o fato das orientações sexual e romântica serem coisas separadas e muitas vezes não serem correspondentes é o que mais confunde quem demora a "sair do armário". Eu mesma ainda me vejo questionando ambas, embora esteja convencida de que estou, ao menos, em algum espectro de ambas (confira a página mencionada). Não posso falar por todos os assexuais arromânticos porque, obviamente, cada pessoa é diferente da outra e as coisas são diferentes pra todo mundo. Então vou falar por mim.
Embora só tenha percebido isso recentement…

Conhece o teste de personalidade Myers-Briggs?

O MBTI (Myers-Briggs Type Indicator) é um teste psicométrico altamente difundido pelo mundo, embora não seja completamente validado pela psicologia.
Baseadas nas teorias tipológicas propostas originalmente por Carl Jung, Katherine Briggs e sua filha Isabel Myers desenvolveram este indicador na época da Segunda Guerra com a intenção de que, com tal teste, as mulheres descobrissem que trabalhos poderiam desempenhar com mais eficiência e conforto de acordo com os aspectos das suas personalidades. 
O teste considera 16 tipos de personalidades, representados por siglas que são combinações de quatro dicotomias. São elas:


EXTROVERSÃO x INTROVERSÃO SENSORIAL x INTUIÇÃO RAZÃO (Thinking) x SENTIMENTO (Feeling) JULGAMENTO x PERCEPÇÃO

Os 16 tipos são, portanto (clique para ampliar):



Ao realizar o teste, que consiste de várias perguntas a respeito de suas preferências pessoais, o indivíduo é apresentado a um relatório com a sigla das quatro dicotomias que representam seu tipo de personalidade. Um tes…