Pular para o conteúdo principal

Cover: "Blue Moon"

Conheci e amei essa música na época em que ainda assistia novela (!). Sua versão mais famosa foi tema de abertura de O Beijo do Vampiro, de 2002. De lá pra cá conheci outras tantas versões, mais antigas e mais novas, e gosto muito de várias delas. Mas desconfio de que a favorita ainda é a doo-wop (porque doo-wop é amor, registrem a informação).

Destacarei algumas dentre as dezenas de versões.

♪ ♫ ♪ ♫ ♪


Blue Moon foi escrita por Richard Rodgers e Lorenz Hart em 1934, e originalmente lançada em 1935 por Glen Gray & The Casa Loma Orchestra. Foi uma balada de sucesso, cuja letra (alterada da original, que não foi bem sucedida) soa como alguém que faz preces à lua para encontrar o verdadeiro amor.

Blue Moon
You saw me standing alone
Without a dream in my heart
Without a love of my own

Blue Moon
You knew just what I was there for
You heard me saying a prayer for
The one I really could care for

And then there suddenly appeared before me
The only one my arms would ever hold
I heard somebody whisper "please, adore me"
And when I looked, the moon had turned to gold!

Oh, Blue Moon
Now I'm no longer alone
Without a dream in my heart
Without a love of my own.


A versão de Mel Tormé, de 1949, talvez seja a que comumente acreditam ser a original. É, com certeza, a que inspirou a maioria das versões posteriores.


No jazz, temos Billie Holiday (aquela linda) em seu estilo vocal peculiar na  versão de 1952; e Ella Fitzgerald (aquela outra linda), com sua voz maravilhosa, na versão de 1956.


Elvis Presley soltou a sua versão em seu primeiro álbum, de 1956, introduzindo a canção ao rock and roll, e servindo de inspiração para a versão de Chris Isaak (1994) e de várias outras bandas do estilo.



Em 1961, Frank Sinatra lança sua famosa e animada versão jazz.



Também em 1961, The Marcels lançam sua deliciosa versão em doo-wop (foi esta que serviu de tema à referida novela).



A banda country The Mavericks e a versão de 1995, que ficou famosa ao aparecer no filme Apolo 13.



E, finalmente, a versão de 2011 da Beady Eye ("Oasis Sem o Noel", como carinhosamente a chamo), lançada em publicidade da nova camiseta do time de futebol britânico Manchester City.

♪ ♫ ♪ ♫ ♪

Cabô.

Postagens mais visitadas deste blog

Algumas das bandeiras mais interessantes do mundo

As bandeiras dos países do mundo são mais do que uma demonstração de cores e padrões: cada detalhe - a escolha e predominância das cores, as faixas, os símbolos, as formas - carrega um significado histórico e/ou cultural que ensina muito sobre o país representado. Selecionei para essa postagem algumas das histórias mais interessantes.
(Não vou falar da nossa Auriverde porque todos nós já estamos carequinhas, certo?)



Reino Unido Union Flag ou Union Jack (azul, vermelho e branco)
Essa bandeira não é a da Inglaterra, como muitos pensam, mas representa os quatro países que formam o Reino Unido: Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte. Esse desenho é usado desde 1801, quando a Grã-Bretanha se uniu à Irlanda do Norte, e é uma mistura das bandeiras desses países: a cruz vermelha de São Jorge (patrono da Inglaterra) sobre a cruz branca de São Patrício (padroeiro da Irlanda), por sua vez sobre a cruz de Santo André (padroeiro da Escócia). O País de Gales não está representado na …

O Dia dos Namorados e a visão de romance por uma assexual arromântica

Vejo que isso vem mudando lentamente, mas, como regra geral, todo mundo é naturalmente criado e tratado como heterossexual (e, consequentemente, heterorromântico). Eu, claro, cresci com essa absoluta certeza e não questionei isso até meados dos meus 20 anos. Até então, achei que eu só era mais "devagar" pra certas coisas, mesmo. Mas vamos ter que voltar um pouco e compartilhar informação demais.
Como expliquei na página de educação e visibilidade, o fato das orientações sexual e romântica serem coisas separadas e muitas vezes não serem correspondentes é o que mais confunde quem demora a "sair do armário". Eu mesma ainda me vejo questionando ambas, embora esteja convencida de que estou, ao menos, em algum espectro de ambas (confira a página mencionada). Não posso falar por todos os assexuais arromânticos porque, obviamente, cada pessoa é diferente da outra e as coisas são diferentes pra todo mundo. Então vou falar por mim.
Embora só tenha percebido isso recentement…

Conhece o teste de personalidade Myers-Briggs?

O MBTI (Myers-Briggs Type Indicator) é um teste psicométrico altamente difundido pelo mundo, embora não seja completamente validado pela psicologia.
Baseadas nas teorias tipológicas propostas originalmente por Carl Jung, Katherine Briggs e sua filha Isabel Myers desenvolveram este indicador na época da Segunda Guerra com a intenção de que, com tal teste, as mulheres descobrissem que trabalhos poderiam desempenhar com mais eficiência e conforto de acordo com os aspectos das suas personalidades. 
O teste considera 16 tipos de personalidades, representados por siglas que são combinações de quatro dicotomias. São elas:


EXTROVERSÃO x INTROVERSÃO SENSORIAL x INTUIÇÃO RAZÃO (Thinking) x SENTIMENTO (Feeling) JULGAMENTO x PERCEPÇÃO

Os 16 tipos são, portanto (clique para ampliar):



Ao realizar o teste, que consiste de várias perguntas a respeito de suas preferências pessoais, o indivíduo é apresentado a um relatório com a sigla das quatro dicotomias que representam seu tipo de personalidade. Um tes…