Pular para o conteúdo principal

Brasil (não esse, o outro)

É isso mesmo, brasileiros da minha pátria: o mundo já era agraciado com um Brasil antes de Pedro Álvares Cabral tropeçar em nossas terras tupiniquins.

Há ainda uma discussão a respeito da veracidade do outro Brasil, porém. Porque, vejam bem, o outro Brasil é uma ilha... fantasma.

Tão vendo, ali à esquerda? | Extraído do mapa de Abraham Ortelius, 1572 | Wikipedia

Essa ilha minúscula do Oceano Atlântico, a oeste da Irlanda, também é conhecida por Hy-Brasil, Hy-Breasal, O'Brasil e outras variações. Acredita-se que o nome tenha origem irlandesa: Uí Breasail, que significa "terra do clã de Breasal". Breasal, segundo o folclore da história Celta, foi o Rei do Mundo. Dizia-se que a ilha era "o Paraíso", habitada por belas mulheres e onde tudo era perfeito. Entretanto, apesar da incrível semelhança, a origem desse nome não é compartilhada com a do nosso país: todos aprendemos que o nosso Brasil veio do pau-brasil, que vem de "brasa", etc etc.

A primeira documentação da ilha Brasil é em uma carta náutica de 1325, com o nome Bracile (o cartógrafo era italiano). A partir de então, outras tantas cartas (vejam na página da Wikipedia, ao fim da postagem) localizam a ilha com pequenas variações do nome e da localização - ela aparentemente "viajava" pela costa da Irlanda. O curioso, porém, é que, apesar de estar presente em várias cartas náuticas dos séculos XIV e XV, quase ninguém conseguiu encontrá-la pessoalmente! Muitas expedições foram enviadas para lá, mas a maior parte voltou sem sucesso.

Houve um homem, entretanto, Capitão John Nisbet, que disse ter visto a ilha em 1674, enquanto viajava da França para a Irlanda. Os relatos dizem que o barco foi envolto por uma névoa e, quando esta passou, se viram presos nas rochas da ilha. Ele e sua tripulação desceram e descobriram que a ilha era habitada por coelhos pretos enormes e "um feiticeiro que vivia sozinho em um castelo". Eles teriam voltado com prata e ouro que foram dados pelo tal feiticeiro. Não sabemos até onde consideram esse relato digno de confiança, mas foi a primeira descrição que conseguiram do lugar.

O último avistamento da ilha foi supostamente em 1872, quando Roderick O’Flaherty diz ter conversado com o feiticeiro da ilha, Morogh O’Ley. De qualquer forma, a última documentação sobre a ilha é do mesmo ano, quando o escritor T.J. Westropp e vários companheiros (inclusive sua mãe) relataram que viram a ilha "aparecer e desaparecer". E, depois disso, nunca mais.

Acredita-se que Brasil esteja sempre envolta em névoa, exceto por um dia a cada sete anos, quando pode ser vista, mas não alcançada. Alguns a relacionam a outras terras perdidas das lendas, como o continente de Atlântida. Não obstante, com a evolução da exploração marítima no Oceano Atlântico, os relatos de avistamentos de Brasil foram escasseando até finalmente cessarem.

Mas, e vocês? Que Brasil parece mais interessante? :D

.

FONTES: Wikipedia | Irish Central | Dicionário do Mundo Misterioso, de Gilberto Schroereder (Record: Nova Era, 2002)

Postagens mais visitadas deste blog

Algumas das bandeiras mais interessantes do mundo

As bandeiras dos países do mundo são mais do que uma demonstração de cores e padrões: cada detalhe - a escolha e predominância das cores, as faixas, os símbolos, as formas - carrega um significado histórico e/ou cultural que ensina muito sobre o país representado. Selecionei para essa postagem algumas das histórias mais interessantes.
(Não vou falar da nossa Auriverde porque todos nós já estamos carequinhas, certo?)



Reino Unido Union Flag ou Union Jack (azul, vermelho e branco)
Essa bandeira não é a da Inglaterra, como muitos pensam, mas representa os quatro países que formam o Reino Unido: Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte. Esse desenho é usado desde 1801, quando a Grã-Bretanha se uniu à Irlanda do Norte, e é uma mistura das bandeiras desses países: a cruz vermelha de São Jorge (patrono da Inglaterra) sobre a cruz branca de São Patrício (padroeiro da Irlanda), por sua vez sobre a cruz de Santo André (padroeiro da Escócia). O País de Gales não está representado na …

O Dia dos Namorados e a visão de romance por uma assexual arromântica

Vejo que isso vem mudando lentamente, mas, como regra geral, todo mundo é naturalmente criado e tratado como heterossexual (e, consequentemente, heterorromântico). Eu, claro, cresci com essa absoluta certeza e não questionei isso até meados dos meus 20 anos. Até então, achei que eu só era mais "devagar" pra certas coisas, mesmo. Mas vamos ter que voltar um pouco e compartilhar informação demais.
Como expliquei na página de educação e visibilidade, o fato das orientações sexual e romântica serem coisas separadas e muitas vezes não serem correspondentes é o que mais confunde quem demora a "sair do armário". Eu mesma ainda me vejo questionando ambas, embora esteja convencida de que estou, ao menos, em algum espectro de ambas (confira a página mencionada). Não posso falar por todos os assexuais arromânticos porque, obviamente, cada pessoa é diferente da outra e as coisas são diferentes pra todo mundo. Então vou falar por mim.
Embora só tenha percebido isso recentement…

Conhece o teste de personalidade Myers-Briggs?

O MBTI (Myers-Briggs Type Indicator) é um teste psicométrico altamente difundido pelo mundo, embora não seja completamente validado pela psicologia.
Baseadas nas teorias tipológicas propostas originalmente por Carl Jung, Katherine Briggs e sua filha Isabel Myers desenvolveram este indicador na época da Segunda Guerra com a intenção de que, com tal teste, as mulheres descobrissem que trabalhos poderiam desempenhar com mais eficiência e conforto de acordo com os aspectos das suas personalidades. 
O teste considera 16 tipos de personalidades, representados por siglas que são combinações de quatro dicotomias. São elas:


EXTROVERSÃO x INTROVERSÃO SENSORIAL x INTUIÇÃO RAZÃO (Thinking) x SENTIMENTO (Feeling) JULGAMENTO x PERCEPÇÃO

Os 16 tipos são, portanto (clique para ampliar):



Ao realizar o teste, que consiste de várias perguntas a respeito de suas preferências pessoais, o indivíduo é apresentado a um relatório com a sigla das quatro dicotomias que representam seu tipo de personalidade. Um tes…