Pular para o conteúdo principal

Não Ria de Mim


Eu sou o garoto de óculos, aquele que chamam de CDF
A garotinha que nunca sorri porque usa aparelho nos dentes
E eu sei bem como é chorar até dormir.

Eu sou aquela criança no parquinho que é sempre escolhida por último
Sou aquele mais lento que os outros da classe
Você não tem que ser meu amigo
Mas seria muito pedir?

Não ria de mim,
Não me dê apelidos
Não se divirta às minhas custas
Aos olhos de Deus somos todos iguais
Um dia, todos teremos asas perfeitas
Não ria de mim.

Eu sou o mendigo na esquina, você passou por mim na rua
Eu não estaria aqui pedindo se tivesse o que comer
Não pense que não reparei como nossos olhares nunca se cruzam

Eu nasci um pouco diferente, mas sonho aqui da minha cadeira
Finjo que não machuca quando as pessoas apontam e encaram
Existe uma maneira simples de me mostrar
O quanto você se importa

Não ria de mim,
Não me dê apelidos
Não se divirta às minhas custas
Aos olhos de Deus somos todos iguais
Um dia, todos teremos asas perfeitas
Não ria de mim.

Eu sou gordo
Sou magro
Sou baixinho
Sou alto
Sou surdo
Sou cego
Ei, não somos todos?

Don't Laugh At Me
Mark Wills
Wish You Were Here (1998)


Esta canção anti-bullying foi composta por Allen Shamblin e Steve Seskin, e gravada pelo cantor country Mark Wills no mesmo ano. Ficou em segundo lugar nas paradas do gênero na Billboard. Um dos compositores disse que se inspirou em sua própria filha, que sofria bullying na escola. Conheci a música através da versão gravada por Peter, Paul and Mary no ano seguinte. A letra tem leves alterações (com versos a mais, englobando outros estereótipos vítimas de preconceito), e fez tanto sucesso de público e entre professores e pais que escreviam aos artistas para agradecer, que Peter Yarrow acabou fundando a Operation Respect, organização que promove programas de tolerância na educação. Em conjunto, lançaram um livro infantil baseado na música, cujas páginas vocês veem no vídeo, e parte das vendas vai à organização.

Postagens mais visitadas deste blog

Algumas das bandeiras mais interessantes do mundo

As bandeiras dos países do mundo são mais do que uma demonstração de cores e padrões: cada detalhe - a escolha e predominância das cores, as faixas, os símbolos, as formas - carrega um significado histórico e/ou cultural que ensina muito sobre o país representado. Selecionei para essa postagem algumas das histórias mais interessantes.
(Não vou falar da nossa Auriverde porque todos nós já estamos carequinhas, certo?)



Reino Unido Union Flag ou Union Jack (azul, vermelho e branco)
Essa bandeira não é a da Inglaterra, como muitos pensam, mas representa os quatro países que formam o Reino Unido: Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte. Esse desenho é usado desde 1801, quando a Grã-Bretanha se uniu à Irlanda do Norte, e é uma mistura das bandeiras desses países: a cruz vermelha de São Jorge (patrono da Inglaterra) sobre a cruz branca de São Patrício (padroeiro da Irlanda), por sua vez sobre a cruz de Santo André (padroeiro da Escócia). O País de Gales não está representado na …

O Dia dos Namorados e a visão de romance por uma assexual arromântica

Vejo que isso vem mudando lentamente, mas, como regra geral, todo mundo é naturalmente criado e tratado como heterossexual (e, consequentemente, heterorromântico). Eu, claro, cresci com essa absoluta certeza e não questionei isso até meados dos meus 20 anos. Até então, achei que eu só era mais "devagar" pra certas coisas, mesmo. Mas vamos ter que voltar um pouco e compartilhar informação demais.
Como expliquei na página de educação e visibilidade, o fato das orientações sexual e romântica serem coisas separadas e muitas vezes não serem correspondentes é o que mais confunde quem demora a "sair do armário". Eu mesma ainda me vejo questionando ambas, embora esteja convencida de que estou, ao menos, em algum espectro de ambas (confira a página mencionada). Não posso falar por todos os assexuais arromânticos porque, obviamente, cada pessoa é diferente da outra e as coisas são diferentes pra todo mundo. Então vou falar por mim.
Embora só tenha percebido isso recentement…

Conhece o teste de personalidade Myers-Briggs?

O MBTI (Myers-Briggs Type Indicator) é um teste psicométrico altamente difundido pelo mundo, embora não seja completamente validado pela psicologia.
Baseadas nas teorias tipológicas propostas originalmente por Carl Jung, Katherine Briggs e sua filha Isabel Myers desenvolveram este indicador na época da Segunda Guerra com a intenção de que, com tal teste, as mulheres descobrissem que trabalhos poderiam desempenhar com mais eficiência e conforto de acordo com os aspectos das suas personalidades. 
O teste considera 16 tipos de personalidades, representados por siglas que são combinações de quatro dicotomias. São elas:


EXTROVERSÃO x INTROVERSÃO SENSORIAL x INTUIÇÃO RAZÃO (Thinking) x SENTIMENTO (Feeling) JULGAMENTO x PERCEPÇÃO

Os 16 tipos são, portanto (clique para ampliar):



Ao realizar o teste, que consiste de várias perguntas a respeito de suas preferências pessoais, o indivíduo é apresentado a um relatório com a sigla das quatro dicotomias que representam seu tipo de personalidade. Um tes…