Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2015

As Regras de Civilidade de George Washington

George Washington, como acredito que todos saibam, foi o primeiro presidente dos Estados Unidos (entre 1789 e 1797) e um dos Fundadores do país. Vocês reconhecerão seu rosto como um dos quatro esculpidos no Monte Rushmore e estampando as notas de um dólar. Não vou entrar em pormenores do seu papel político - apesar de ter sido reconhecidamente um grande homem e feito grandes coisas pelo seu país -, mas destacar algo curioso a seu respeito.
Washington mantinha, desde a adolescência, um caderno em que passou a limpo 110 itens de um livro chamado Regras de Civilidade e Comportamento Decente na Companhia dos Outros e Durante a Conversação. Não se sabe exatamente a origem dessas regras, mas presume-se que baseiem-se em premissas dos padres jesuítas franceses do século XVI. Tais regras ditam boas maneiras ao lidar com outras pessoas e, embora possam parecer bobas e fora de moda hoje em dia, bem poderiam ainda ser usadas por representantes mundiais e... honestamente, todo mundo. Afinal, tud…

Cover: "Can't Take My Eyes Off You"

A gente acorda com as músicas na cabeça e aí tem que vir falar sobre elas, né?

♫♫♫♫♫
Oh, pretty baby
Don't bring me down, I pray
Oh, pretty baby, now that I found you, stay
And let me love you, baby
Let me love you...




Can't Take My Eyes Off You é uma composição de Bob Crewe e Bob Gaudio, gravada pela primeira vez em 1967 por Frankie Valli. Esta gravação alcançou a segunda posição nas paradas da Billboard e rendeu um disco de ouro ao artista.
Desde então, a canção recebeu centenas de versões (a maior parte delas no mesmo ano e no ano seguinte), sendo amplamente usada como trilha sonora de filmes  - às vezes em performances dos próprios atores, como Heath Ledger em 10 Coisas que Eu Odeio em Você - e programas de TV. 
Algumas das mais variadas são:


Em 1969, as lindas Diana Ross & The Supremes gravaram o hit em versão R&B mais animadinha, com Mary Wilson na voz principal. 


Gloria Gaynor, diva eternizada por I Will Survive, gravou a música em versão disco em 1991, que é uma das ver…

"Sozinho, adj. Em má companhia."

Em minhas muitas leituras a respeito da depressão, li certa vez (infelizmente, não guardei o link) que o ser humano não foi evolutivamente adaptado para viver em sociedade. Parece não fazer sentido, mas é uma questão de pensar melhor sobre o assunto: afinal, qual é a reação normal de um ser humano em relação ao outro quando forçados a conviver? Alguma entre qualquer uma destas:
- Isolamento. Introvertidos, como eu, se isolam de grupos maiores e procuram não chamar a atenção para si mesmos. O convívio com outras pessoas, mesmo que por um breve período de tempo, é física e emocionalmente exaustivo.
- Competição. A tendência natural do ser humano, como de qualquer ser vivo, é sobreviver. Ainda que a situação em que o grupo de pessoas se encontra não seja questão de vida ou morte, a competição estará sempre presente: preciso ganhar mais, preciso me vestir melhor, preciso saber mais, preciso contar as melhores piadas, preciso desencalhar primeiro, minha casa precisa ser mais bonita, preci…

As últimas 10 músicas favoritas

Vamos lá a uma lista atualizada das minhas últimas 10 (re)descobertas musicais favoritas! Meu gosto musical nunca foi muito uniforme, mas receio que esteja ficando mais estranho a cada vez...
'Bora:
♫♫♫♫♫

The Last Goodbye Billy Boyd


Many places I have been
Many sorrows I have seen
But I don't regret, nor will I forget
All who took the road with me

Parte da trilha sonora de O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos, o último da trilogia. Uma despedida literal de tudo, já que tocou na passagem dos créditos; fala sobre irmãos caídos, a incerteza dos caminhos futuros, e a volta pra casa. E é cantada pelo ator que interpretou Pippin na trilogia O Senhor dos Anéis - como se fosse possível deixar a coisa ainda mais emocionante do que já seria. :'(

Loving the Sound The Overtones


Yeah I’m gone, moving on
And I’m loving the sound of the beat of the drum


Descobri a banda pelo YouTube ao buscar por versões de The Longest Time, de Billy Joel. Assisti a deles e a achei bem divertida e origin…