28/05/2015

Internado



Às vezes eu tento fazer coisas e elas não funcionam como eu queria.
Eu fico muito frustrado e me esforço para fazê-las, não tenho pressa e mesmo assim não funciona como eu queria.
É como se eu me esforçasse muito mesmo e não funcionasse.
Tudo o que eu faço e tudo o que eu tento nunca dá certo.
É só que eu preciso de tempo pra entender as coisas.
Mas sempre tem alguém lá dizendo:

"Ei, Mike
Sabe, a gente tem notado que você está passando por alguns problemas ultimamente.
Sabe, talvez você devesse sair um pouco e talvez falar sobre isso, talvez você vá se sentir bem melhor."

E eu digo:

"Não, tudo bem, sabe, eu vou entender como se faz, só me deixem em paz que eu vou conseguir.
Sabe, eu consigo sozinho."

E eles dizem:
"Bem, sabe, se você quiser falar sobre isso eu estarei aqui, sabe, e você provavelmente vai se sentir bem melhor se falar sobre isso."

E eu digo:
"Não, eu não quero, estou bem, eu consigo sozinho" e eles ficam me enchendo o saco e enchendo o saco e isso vai acumulando e acumulando.

E aí você vai internado
Você sai de lá com o cérebro apagado e os olhos injetados
Não vai ter razão sobre nada
Vão te fazer uma lavagem cerebral até que você veja as coisas como eles.

Eu não sou louco! (em uma clínica psiquiátrica)
Você que é louco! (em uma clínica psiquiátrica)
Vocês estão me enlouquecendo (em uma clínica psiquiátrica)
Eles me trancaram em uma clínica psiquiátrica
Disseram que era a única solução
Me conseguir a ajuda de um profissional
Pra me proteger do inimigo - eu mesmo.

Eu estava no meu quarto só olhando para a parede e pensando sobre tudo
Mas ao mesmo tempo não pensando em nada
E aí minha mãe entrou e eu não percebi que ela estava ali, ela me chamou mas eu não ouvi
Então ela começou a gritar: MIKE! MIKE!
E eu disse:
O que foi?
E ela disse:
Qual o seu problema?
E eu:
Nenhum, mãe.
E ela:
Não vem com essa, você está usando drogas!
E eu:
Não, mãe, eu não estou usando drogas, eu estou bem, só estava pensando se, sabe, você poderia me trazer uma Pepsi.
E ela:
NÃO! Você está usando drogas!
E eu:
Mãe, eu tô bem, só tava pensando.
E ela:
Não, você não estava pensando, você está drogado! Pessoas normais não agem assim!
E eu:
Mãe, só me traz uma Pepsi, por favor.
Tudo o que eu quero é uma Pepsi, mas ela não queria me trazer.
Tudo o que eu queria era uma Pepsi, só uma Pepsi, e ela não queria me trazer.
Só uma Pepsi.

Eles te dão uma camisa branca de mangas longas amarradas às suas costas
Você é tratado como um bandido
E te drogam porque são preguiçosos
Dá muito trabalho ajudar um louco

[...]

Eu estava sentado no meu quarto e meus pais entraram e puxaram uma cadeira, sentaram e disseram:
Mike, a gente precisa falar com você.
E eu:
Ok, qual o problema?
E eles:
Sua mãe e eu estamos percebendo ultimamente que você tem tido alguns problemas, você tem se irritado sem motivo e nós estamos com medo de que você vá machucar alguém. Estamos com medo que você vá se machucar.
Então decidimos que seria do seu interesse se a gente te mandasse pra algum lugar onde você recebesse a ajuda que precisa.
E eu:
Peraí, do que vocês estão falando, "nós decidimos"?!
Meu interesse? Como vocês podem saber qual é o meu interesse?
Como vocês podem saber qual é o meu interesse? O que vocês querem dizer, que eu sou louco?
Sendo que eu fui às suas escolas, fui às suas igrejas
Fui às suas instituições de escolha?! Como vocês podem dizer que eu sou louco?

Eles dizem que vão consertar meu cérebro
Aliviar meu sofrimento e dor
Mas até eles consertarem minha cabeça
Vou estar mentalmente morto

[...]

Mas não importa, eu provavelmente vou ser atropelado, mesmo.


Institutionalized
Suicidal Tendencies
Suicidal Tendencies (1983)


A música mais popular dessa banda de crossover (estilo que mistura hardcore e metal). Foi regravada em 1993 e indicada ao Grammy de melhor performance de Metal. Foi a primeira música de hardcore a ganhar espaço em canais como a MTV. Ela também está incluída na trilha sonora de vários jogos e filmes (a original ou alguma versão de outras bandas).