02/06/2015

Baratas não sobreviveriam a uma guerra nuclear. Tardígrados, sim.

"Tard- o quê?", vocês me perguntam.

Amigos: a partir desse momento, jamais ignorem a existência dos tardígrados. Esses bichos ainda vão dominar a Terra. E, talvez, toda a porcaria do Universo.


Copyright da imagem: Nicole Ottawa & Oliver Meckes / Eye of Science / Science Source Images


  • Ok. Nem é tão feio. Por que preciso ter medo dele?


Bom, versão resumida: porque ele é praticamente imortal.

Estudos comprovaram que os tardígrados sobrevivem bastante bem em qualquer ambiente, inclusive nos de condições mais extremas. Já se sabe que eles aguentam de boa desde o zero absoluto (que equivale a -272°C) até 151°C, bem como aguentam uma pressão até seis vezes maior do que a dos pontos mais fundos dos oceanos, e também níveis de radiação centenas de vezes maiores do que é letal para seres humanos. Ah, e também aguentam o vácuo do espaço sem qualquer tipo de proteção (sério, mandaram os bichos pro espaço). Foi após essa constatação que surgiu a teoria de que esse animal teria origem fora do planeta e se estabeleceu aqui.

E... Eles também aguentam ficar sem água e comida por mais de 10 anos (sim, você leu anos). Tardígrados preferem ambientes úmidos, mas aguentam bem os ambientes secos, também. Eles dão um jeito de se desidratar e entram em uma espécie de "hibernação", da qual acordam com uma única gota d'água (esse é truque que eles usam pra aguentar as baixas temperaturas e os níveis de radiação). Existe registro de um espécime que ficou nesse estado de hibernação por 120 anos. Pois é.


  • Certo, já tô com medo. Que tamanho tem esse bicho?!


Para nossa alegria, os tardígrados são basicamente microscópicos. Existem mais de mil espécies deles - a menor não passa de 0,1 mm e a maior atinge, no máximo 1,5 mm. Aquela imagem ali acima foi obtida com microscópio eletrônico - é um tardígrado passeando serelepe no musgo.


  • Musgo... Isso significa que eles comem plantinhas... Certo?


Bom... também. Eles se alimentam de células vegetais e algas, às vezes bactérias, mas algumas espécies são predatórias (elas só comem alguns invertebrados pequenos). Nós estamos provavelmente salvos de um apocalipse tardígrado, mas, se eles fossem maiores, imagino que a gente deveria se preocupar.


Fonte: Inquisitr


  • E onde eu encontro esses tardígrados, pra montar o meu exército?


Em todo lugar, literalmente. Eles estão no Himalaia (a 6 km de altitude), no fundo dos oceanos (a 4 km de profundidade), nos polos glaciais e nas regiões equatoriais. Procurem por eles em musgos e líquens, que é onde eles gostam mais de ficar pra comer, mas também dá pra encontrá-los em dunas, praias, em terra ou sedimentos de água salgada ou doce. 




pior que é até fofo



O nome tardígrado é um aportuguesamento do nome do filo a que os bichos pertencem, que, em latim, significa "passo lento"; mas também são conhecidos como ursos-d'água (porque se movem como ursos e até parecem com um... Se ursos tivessem oito patas). Foram descobertos em 1773, mas evidências fósseis os colocam na era Cambriana - 530 milhões de anos atrás. Se não estiverem no estado de hibernação mencionado mais acima, tardígrados só vivem algumas semanas. 














Fontes: Wikipedia | NASA: Astronomy Picture of the Day | Today I Found Out



*E, não, baratas não sobreviveriam a uma guerra nuclear. Elas aguentam 10 vezes mais radiação do que a gente, mas é só isso. Outros insetos, inclusive, aguentam bem mais.