12/09/2015

50 coisas que eu amo fazer

(tema retirado de uma lista de propostas)

Topei esse desafio pra ver se eu consigo parar, por um momento, de achar que não faço nada de interessante na vida. E, olha, não foi fácil.





  1. Começar um livro novo. Sempre me dá aquela sensaçãozinha de algo incrível esperando pra me surpreender.
  2. Postar aqui no blog. O processo de pesquisa e escrita é algo que adoro fazer, por menos que me dê feedback.
  3. Ouvir bandas que nunca ouvi antes. Vou nas listas de "artistas relacionados" no Spotify e procuro ouvir os que ainda não conhecia, e é sempre delicioso descobrir algo que eu acabo gostando.
  4. Ir ao cinema. Assistir aos filmes em casa é muito mais confortável, especialmente por não ter tanta gente enchendo minha paciência, mas é basicamente a única coisa divertida que faço fora de casa, então é sempre legal ir.
  5. Dançar (sozinha, no meu quarto). Em uma boate, a competição de quem fica mais tempo parado é acirrada entre os seguranças e mim, mas em casa eu invento coreografia até pra jingle. 
  6. Bolo. Porque geralmente fica bom e todo mundo elogia, hahah.
  7. Ajudar minha irmã com os testes no estúdio. É sempre divertido e eu vou colecionando fotos bizarras.
  8. Não vou dizer que eu ame, porque a preguiça às vezes é muita, mas gosto muito de ir caminhar. É uma hora no dia em que eu tenho paz pra botar os pensamentos em ordem e planejar coisas sem interrupções ou ansiedade (ao mesmo tempo em que faço um cardio, hahah).
  9. Ler as newsletters do Now I Know e Today I Found Out, que é de onde eu tiro a maior parte das postagens sobre curiosidades que posto aqui. Todo dia aprendo ao menos uma coisa nova.
  10. Assistir Star Trek. É algo que faço quase todos os dias, por serem várias séries com muitas temporadas de muitos episódios, então é algo que faz parte da minha rotina e que eu aguardo com ansiedade. Star Trek é muito, muito amor.
  11. Ler antes de dormir. Não consigo dormir sem ler ao menos cinco minutinhos primeiro.
  12. Postar no Pinterest. Acho que é o único lugar na internet onde sou 100% sincera a respeito do que gosto e do que sinto (por ninguém prestar atenção lá :B).
  13. Dar uma olhada na seção masculina das lojas de roupas. Às vezes encontro umas camisetas sensacionais por lá, haha.
  14. Aprender novas habilidades sozinha. É ótimo quando alguém me ensina porque é mais prático, mas há algo de super satisfatório em conseguir aprender sozinha. Me sinto competente e reafirmo minha capacidade.
  15. Escrever à mão. Fiz caligrafia desde que aprendi a escrever até a quinta série, quando era obrigatória na escola, então minha letra sempre foi bonitinha. Por ser professora, ainda escrevo bastante à mão, mas procuro sempre treinar minha caligrafia porque gosto muito dela e não quero perdê-la. 
  16. Ouvir música enquanto faço as coisas. Qualquer coisa, desde trabalhar até me vestir. Tenho déficit de atenção e hiperatividade, e a música me ajuda a me concentrar no que tô fazendo, além de me ajudar com a ansiedade.
  17. Ler pra minha mãe. Ambas temos dezenas de livros pra ler, e como há muitos que ambas queremos ler, poupamos tempo fazendo assim. É algo que fazemos todos os dias e é divertido porque compartilhamos as mesmas histórias e sempre temos assunto. E também encaro essas leituras em voz alta como exercício de fonoaudiologia pra mim, que tenho uma dicção bem ruinzinha.
  18. Manusear dicionários e tesauros. São minhas ferramentas de trabalho e não as troco pela pesquisa na internet, apesar de ser mais rápida e de grande ajuda, justamente pelo manuseio ser uma atividade tão gostosa. Foi assim que me ensinei inglês e comecei a me ensinar alemão, e procuro colecionar dicionários de vários idiomas para tentar aprendê-los, também.
  19. Reaproveitar/reciclar. Nem sempre consigo, mas gosto de dar outro uso pra coisas que ficaram velhas ou que não uso mais. Minhas roupas eventualmente entram em contato com a tesoura, haha.
  20. Personalizar minhas coisas. Desde as paredes e portas do meu quarto até as configurações das minhas contas e aparelhos, não começo a produzir nada enquanto não tiver deixado tudo arrumadinho do jeito que eu gosto de ver.
  21. Tatuagens. Por mim, teria bem mais e maiores e mais bonitas, mas ainda não tenho recur$o pra isso...
  22. Socializar com animais. A louca dos bichos! Fico um tempão com a Akira e meus gatos. Falo oi pra todos os cachorros e gatos que vejo na rua. Brinco com todos os bichos das casas dos outros. Chego perto de todos os animais em exposições. Coloco a mão dentro de todas as gaiolas nas pet shops (mesmo sabendo que não pode). 
  23. Estudar. Quando tenho muito tempo livre, gosto de pegar livros didáticos - pode ser meus livros de Biologia ou dos cursos de línguas - e dar uma revisada.
  24. Jogar e fazer passatempos. Não tenho videogame e sou bem descoordenada com controles, mas jogo bastante coisa pelo celular e no computador. Prefiro jogos de encontrar objetos ou de corrida. No papel, gosto de palavras-cruzadas, caça-palavras e criptogramas. No tabuleiro, gosto de jogar qualquer coisa. Com cartas não conheço muitos jogos, mas gosto de aprender (apesar de depois acabar esquecendo :B).
  25. Ver gifs/vídeos de bichos sendo bichos. Meu dia melhora exponencialmente quando encontro ou me mandam imagens de bichos sendo fofos ou retardados ou geniais ou tudo ao mesmo tempo.
  26. Ler gibis. É algo que faço muito desde antes de aprender a ler (eu olhava as figuras e inventava as histórias) e mantenho o hábito até hoje. É minha leitura preferida durante as refeições :B
  27. Observar minhas plantas carnívoras. Elas não são muito difíceis de cuidar, mas fico de olho todos os dias pra ver se não estão estranhas ou se começaram a dar flor, porque aí tenho que cortar. E, ah, pra ver os insetos lá dentro, também.
  28. Assistir vídeos das minhas boybands favoritas. Admito sem constrangimento. Acho as coreografias do 'NSYNC sensacionais (os dos Backstreet Boys eu gosto de ver porque o desespero das baladinhas é hilário) (os do Westlife eu gosto de ver porque os vídeos são ruins mas eles são bons de olhar).
  29. Conhecer livrarias. Eu raramente as frequento, pois aqui só tem uma e já a conheço bem, mas sempre que estou em outras cidades e tenho a oportunidade, gosto de ir a alguma. Gosto especialmente de fuçar em bancas de promoções, onde sempre acho algo legal; mas, quando não posso comprar nada, gosto só de olhar tudo e fazer uma lista de próximas aquisições.
  30. Sempre que estou lendo ficções históricas, gosto de procurar por imagens dos lugares e personagens da história. Isso me faz aprofundar muito mais no enredo e me apegar muito mais a gente que existiu de verdade. 
  31. Entrar em lojas de brinquedos. Adoro. Às vezes, compro. Tô nem aí.
  32. Usar citações de livros/séries/livros/HQs no dia a dia. Infelizmente, geralmente só minha mãe entende.
  33. Coleção dos meus filmes e álbuns favoritos. Gosto de tê-los à mão pra poder assistir e ouvir sempre que tiver vontade.
  34. Passear. Eu não aguento ter que ficar muito tempo parada ou esperando, então gosto de dar uma volta à toa por aí. Tipo ir ao shopping nos fins de semana, dar uma volta na quadra quando to entediada, "ir ali rapidão e já volto" quando to acompanhando alguém (sou excelente companhia).
  35. Ficar com as pernas pra cima. Tenho impressão de que é um hábito recém adquirido, porque essa mesa que uso agora é pequena e eu tô sempre, SEMPRE batendo meus joelhos nela. Então, de tanto jogar as pernas logo pra cima dela, percebi que já faço isso sem perceber. E é bem bom. Menos pras costas.
  36. Comer algo doce após o almoço. Minha refeição não está completa sem sobremesa. Não sei mais se é gosto ou necessidade, porque o dia que não tem nada doce pra arrematar o almoço eu juro que tenho vontade de comer açúcar puro.
  37. Falar sozinha. Falar sozinha geralmente é ensaio pra coisas que estou planejando falar pra outras pessoas, ou simulação de coisas que sei que não vou falar pra outras pessoas. Falo sozinha em várias línguas. Metade do que falo num dia é pra mim mesma, e converso muito mais eloquentemente comigo mesma do que com os outros (até porque eu só sei formular as frases direito quando ninguém tá me ouvindo e me julgando). Às vezes canto, também.
  38. Compartilhar descobertas. Eu sou fascinada por muitas coisas e adoro descobrir novidades sobre elas e mostrar pra todo mundo, na esperança de que alguém também seja fascinado por elas e queira conversar a respeito.
  39. Recortar revistas. Eu tenho uma espécie de scrapbook onde junto os recortes de nada específico. Tipo coisa de serial killer, mas com recortes fofos de paisagens e bichos e artistas.
  40. Destruir coisas. Rasgar, quebrar, queimar, desmontar, recortar, esmagar, amassar, arrebentar, descascar, riscar. Não é violência ou vandalismo, é só que tudo que para na minha mão acaba sendo destruído, desculpem '-'
  41. Consertar coisas. Montar, colar, amarrar, pendurar, costurar. Viram só u.u
  42. Desatar nós. Tanto que, aqui em casa, sou em quem tira os nós de tudo, de cadarços a correntinhas. É terapêutico.
  43. Cheirar meu cabelo. Isso é meio que uma mania doente, mas faço isso desde pequena e não sei por quê, mas é bem bom. Menos quando to com o cabelo curto, porque aí bate um desespero.
  44. Sentar em coisas que balançam. Balanços, redes e cadeiras de balanço. Eu sou criança, me deixem.
  45. Responder quizzes. Desde trívia até testes de personalidade e coisas bizarras em geral, adoro perder meu tempo ("tempo que você se diverte perdendo não é tempo perdido" ;).)
  46. Dormir tarde. Eu prefiro fazer tudo o que tenho que fazer à noite, depois que todo mundo já foi dormir; e, mesmo que eu tenha que acordar cedo no outro dia, me recuso a ir deitar antes da meia-noite. Até porque já nem consigo mais pegar no sono antes disso.
  47. Tranças. Eu nunca consegui fazer tranças direito no meu próprio cabelo (eu tenho MUITO cabelo), mas gosto de ter tranças nele. Quando criança, gostava de trançar o cabelo das minhas bonecas mas, como isso costumava estragá-los, eu tinha que esperar até elas ficarem velhas...
  48. Listas. Pô, que óbvio. Pra me organizar, pra consultar, revisar. E também acho mais fácil acompanhar textos longos quando em listas ou tópicos.
  49. Sentar no chão. Acho que porque aqui costuma ser muito quente, então o chão de lajotas tá sempre geladinho e é bom sentar nele, haha (só dentro de casa, né). Mas eu sempre gostei de sentar no chão - carpete, grama, cimento -, até porque no chão fica mais fácil de cumprir o item 22.
  50. Comprar certos itens de roupa. Eu não gosto, particularmente, de comprar roupas (principalmente porque tenho muita, MUITA preguiça de experimentar), mas algumas coisas eu gosto de ver e comprar mesmo sem precisar. Eu costumava comprar muitas camisetas, mas não consigo mais usá-las (CALOR) então parei. E, agora, já não odeio tanto comprar calças (emagrecer é uma boa motivação).

Acho que gosto de fazer mais coisas, mas não vi como colocá-las aqui. E tem coisas que vocês podem achar óbvias e que eu omiti da lista porque realmente não amo fazê-las (tipo comer - que eu só faço por obrigação; dormir - idem, DORMIR É PERDA DE TEMPO; e viajar - gosto de sair de Rio Verde, mas viagens andam me estressando mais do que divertindo, nos últimos anos). E tem coisas que eu adorava fazer e que agora já não me animam mais, então não tinha por que colocar aqui.

O desafio está devidamente lançado a cada um de vocês. Sejam óbvios, sejam criativos, mas façam a bendita da lista, por favor.