Pular para o conteúdo principal

10 curiosos animais híbridos

(Por "curiosos" entendam "que quero no meu quintal")



Ligre

Casal de ligres em um parque da Coreia do Sul. Foto de Hkandy @ Wikipedia

Um ligre é o resultado do cruzamento entre um leão e uma tigresa. É o maior felino em existência atualmente, chegando a pesar 400 kg e medir até 3,6 m de comprimento. Ligres só existem em cativeiro, pois leões e tigres não convivem na natureza, e vivem cerca de 20 anos. 


Tigreão

Tigreão no zoológico de Canberra, Austrália. Foto de The bellman @ Wikipedia

O tigreão é o inverso do ligre, ou seja: resultado do cruzamento entre um tigre e uma leoa, apesar de não ser tão comum quanto o ligre. Eles não crescem muito, por causa dos genes na mãe, e chegam a pesar 180 kg - entretanto, se cruzados com leões ou outros felinos maiores, os filhotes podem ser bem grandes. Ao contrário dos ligres, os tigreões têm saúde frágil e não vivem muito.


Gato Savannah

Gato Savannah de 4 meses. Foto de Jason Douglas @ Wikipedia

Este é o resultado do cruzamento entre um gato selvagem e um gato doméstico, e é um dos únicos híbridos que ocorrem sem manipulação. Eles são maiores que gatos domésticos e têm alguns traços selvagens, como a coloração, o comprimento da cauda e das orelhas e o focinho mais arredondado. O tamanho e peso são variáveis, mas alguns chegam a 18 kg. Seu comportamento costuma ser comparado ao dos cachorros, pois são muito dóceis com estranhos e costumam seguir os donos. Também aceitam coleira e podem ser treinados para truques.


Mula

"Juancito", uma mula argentina. Foto de Dario_u @ Wikipedia

Essa todos já conhecemos, mas achei injusto não incluir. Uma mula é o resultado do cruzamento entre um jumento e uma égua. O tamanho delas depende muito do tamanho da mãe. Mulas são reconhecidas por serem mais pacientes para carregar peso e mais hábeis em terrenos complicados de escalar do que cavalos, e menos teimosas e mais rápidas do que jumentos. A maioria é estéril, pois os pais têm números diferentes de cromossomos.


Bardoto

Um bardoto idoso em uma fazenda em Oklahoma. Foto de Ragesoss @ Wikipedia

Um bardoto é o contrário de uma mula, ou seja: resultado do cruzamento entre um cavalo e uma jumenta. Bardotos são mais raros porque tanto o cavalo quanto a jumenta são muito seletivos quanto à escolha do parceiro reprodutivo. Eles são menores do que as mulas e mais peludos, e também podem ser estéreis.


Beefalo

Foto de BeefaloAustralia.com

Um beefalo, ou cattalo, é o resultado da cruza de gado macho com uma búfala. Essa mistura foi criada intencionalmente no século 19, ideia de um fazendeiro americano que testemunhou a perda de milhares de cabeças de gado para uma forte nevasca. Como búfalos suportam melhor o clima frio, o cruzamento garantiria um gado de corte mais resistente (daí o trocadilho do nome). A prática, entretanto, se provou prejudicial para o meio ambiente americano, pois os poucos búfalos que ainda existem por lá são quase todos híbridos.


Zebroides

Híbrido de zebra com cavalo. Foto de Christine e David Schmidtt @ Wikipedia

Zebroides são híbridos de zebras macho com qualquer outro equino fêmea (éguas, jumentas, pôneis ou mesmo mulas), e são geralmente estéreis. Eles possuem mais características da mãe, mas apresentam as listras do pai, embora nunca no corpo todo. Zebroides são preferíveis a zebras para atividades práticas (como para montar) por serem menos agressivos e mais fortes.


Urso grolar

Foto sem autor creditado

Essa é uma mistura rara entre um urso polar e um urso-cinzento, que ocorre tanto na natureza quanto em cativeiro. Ursos grolares já haviam sido vistos na região ártica do Canadá, mas demorou até que existisse um exame de DNA que comprovasse o hibridismo. A mistura é considerada rara porque, apesar das duas espécies de urso serem encontradas no mesmo território, elas têm habitats diferentes e se evitam. Além da coloração misturada, os ursos grolares têm garras mais longas e o rosto mais plano do que os polares.


Wolphin

Kawili Kai, filhote de wolphin no Sea Life Park Hawaii. Foto de Mark Interrante @ Wikipedia

Um wolphin é o resultado do cruzamento entre um golfinho fêmea e uma falsa-orca macho (off: às vezes a língua portuguesa não faz o menor sentido). É uma mistura rara, mas dizem que pode ser encontrada na natureza. Existe apenas um wolphin em cativeiro hoje em dia - esse da foto, que fica em um parque aquático no Havaí.


Abelha assassina

Foto de Jeffrey W. Lotz @ Wikipedia

Conhecida por abelha africanizada, esse é um híbrido da abelha-europeia com a abelha-africana. Esse híbrido foi criado aqui no Brasil para conseguir uma espécie que se adaptasse melhor ao clima do nosso país e assim produzisse mais mel. Entretanto, a mistura gerou uma espécie bastante violenta (sua picada é mais forte e elas são mais facilmente irritáveis) e o manejo se tornou complicado - tão complicado que, nos anos 1950, 26 enxames foram acidentalmente soltos de uma criação e a espécie se multiplicou rapidamente, se espalhando por toda a América do Sul e Central até chegar à Califórnia.


(ok, essa eu talvez não queira no meu quintal)


.


Para conhecer outros animais híbridos, confira a matéria original em List25.com (em inglês).

Postagens mais visitadas deste blog

O Dia dos Namorados e a visão de romance por uma assexual arromântica

Vejo que isso vem mudando lentamente, mas, como regra geral, todo mundo é naturalmente criado e tratado como heterossexual (e, consequentemente, heterorromântico). Eu, claro, cresci com essa absoluta certeza e não questionei isso até meados dos meus 20 anos. Até então, achei que eu só era mais "devagar" pra certas coisas, mesmo. Mas vamos ter que voltar um pouco e compartilhar informação demais.
Como expliquei na página de educação e visibilidade, o fato das orientações sexual e romântica serem coisas separadas e muitas vezes não serem correspondentes é o que mais confunde quem demora a "sair do armário". Eu mesma ainda me vejo questionando ambas, embora esteja convencida de que estou, ao menos, em algum espectro de ambas (confira a página mencionada). Não posso falar por todos os assexuais arromânticos porque, obviamente, cada pessoa é diferente da outra e as coisas são diferentes pra todo mundo. Então vou falar por mim.
Embora só tenha percebido isso recentement…

... e ainda mais livros interativos!

2014 está sendo um ano muuuito esquisito... Não sei se tá todo mundo com essa impressão, ou se eu só estou prestando atenção nas coisas esquisitas, mesmo.
De qualquer forma, comentei em alguma postagem anterior sobre a necessidade da terapia que não vou fazer, e como esses livros interativos que tanto estão na moda andam me ajudando a aguentar toda a esquisitice desse ano.
Depois de Destrua Este Diário, que não vou terminar, e Termine Este Livro, que já terminei, peguei outros dois lançamentos: Listografia, de Lisa Nola, e 1 Página de Cada Vez, de Adam J. Kurtz.


O Listografia eu havia visto pelo Pinterest e achei a proposta atrativa pra mim: listar a vida de acordo com os mais variados tópicos. Os temas vão desde coisas simples, como os lugares em que você já morou, o nome de todos os animais de estimação que você já teve, seus programas de TV favoritos, as cidades que você conhece, até assuntos mais reflexivos, como as coisas sobre você que quase ninguém sabe, seus maiores atos de b…

As curiosas origens de 4 famosos jogos de tabuleiro

Adaptado do artigo original do Mental Floss.



Jogos de tabuleiro são uma forma de entretenimento criada pelos egípcios há 5 mil anos e nunca saíram de moda, mesmo que atualmente tenham sido adaptados em vídeo games ou jogos para o celular. Aqui vão as origens de alguns dos sucessos mundiais favoritos:

Monopoly / Banco Imobiliário

Embora seja considerado um jogo que glorifica o capitalismo (tendo sido banido de países como a China e a antiga União Soviética), este clássico foi inventado para representar justamente a ideia oposta. A americana Elizabeth Magie era ativista contra o pagamento de impostos imobiliários, no fim do século 19. Segundo ela e outros simpatizantes, deveria haver apenas um imposto de propriedade, diminuindo assim a diferença de riqueza entre os senhorios e os inquilinos. Para demonstrar de uma maneira fácil como as coisas aconteciam na época, Lizzie patenteou, em 1904, um jogo chamado The Landlord's Game ("O jogo do senhorio"), cujo objetivo era acumula…