17/09/2016

Por que existem nomes diferentes para os mesmos países?




Grande parte dos países do mundo é chamada por nomes parecidos em várias línguas. O nosso, mesmo, só tem adaptações: Brasil, Brazil, Brésil, Brasilien... Entretanto, alguns países recebem nomes completamente diferentes, dependendo da língua em que são chamados. É o famoso caso da Alemanha: afinal, por que chamamos o país de Alemanha e os países de língua inglesa o chamam de Germany, se lá, mesmo, eles chamam o próprio país de Deutschland?!




No caso das adaptações linguísticas, os nomes ficam um pouco diferentes porque não existe uma língua mundial, então cada povo pronuncia os nomes dos lugares como fica mais confortável em sua língua. Entretanto, os nomes originais dos lugares são escolhidos por cada povo com base em significado cultural - só que nem sempre o lugar em questão significa a mesma coisa para o resto do mundo, e é por isso que países diferentes acabam dando outros nomes para alguns lugares. 

Vamos seguir o exemplo da Alemanha. Antes do povo local chamar o país de Deutschland ("terra do povo"), a região era conhecida como Germânia, nome dado pelos romanos quando controlavam o continente. Esse nome foi inspirado pelos gauleses, tribo próxima dali, que se referia à essa tribo vizinha como os "germani", que significava simplesmente "vizinhos". A língua inglesa ainda hoje usa Germany para se referir ao país com base nessa origem. E aí, perto dessa tribo dos germani, na região onde hoje é a Suíça, vivia a tribo dos alemanni. Então vieram os países de língua latina e... Entenderam pra onde isso vai?

Nos casos de outros países que apresentam essas variações de nome, a culpa é do "telefone sem fio"; ou seja: um explorador visitava o lugar, perguntava o seu nome aos locais, entendia errado por não entender a língua, e ia espalhando para outras pessoas (comerciantes ou pessoas influentes) que também iam entendendo errado, e assim a coisa acabava ficando completamente diferente do que era pra ser. Foi o que aconteceu com o Japão, por exemplo. O nome original do país, como é chamado lá, é Nipon. Quando Marco Polo esteve na China, no século 13, ouviu falar de uma ilha chamada Cipangu, no dialeto local. Quando voltou à Itália, o nome acabou sendo registrado como Giappone. Da mesma forma, mercadores portugueses que faziam negócios na Ásia ouviram falar da mesma ilha, que os malaios chamavam de Japang, e voltaram pra Europa chamando o lugar de Japão.

Bom, esses são alguns dos casos mais interessantes. Falar de todos daria um texto bem longo e muita, muita pesquisa. Para os curiosos, aqui vão alguns pedaços do mapa múndi com os endônimos (nome próprio conforme a própria língua) de cada país:


(clique para ampliar)


África

Ásia

Europa

América do Sul


Para visualizar o mapa completo e detalhado, clique no segundo link abaixo.

.