Pular para o conteúdo principal

Dicas de filmes para ver na Netflix, parte 4

Se eu tenho uma reclamação sobre a Netflix, é que as sinopses que eles fornecem para os filmes e séries são irritantemente vagas. Aí acabo escolhendo coisas sobre as quais já ouvi falar em outros lugares, mas fico com a sensação de estar deixando passar muita coisa legal porque as sinopses não tornam os filmes interessantes.

Enfim, trago mais algumas recomendações do que andei assistindo por lá, sejam filmes famosos, premiados, cult ou não. Só coisas que assisti e gostei. A maior parte das dicas que dei anteriormente [1, 2, 3] já devem ter saído do catálogo, mas ainda ficam valendo.



[CLIQUE NA IMAGEM PARA VER O FILME]


► DOCUMENTÁRIO:


Acho obrigatório não apenas pra os fãs, mas especialmente para quem acha engraçado rir de uma pessoa que chega ao fundo do poço por ter sido sacaneada por todo mundo que dizia gostar dela (família, amigos, marido, empresário, imprensa, público). Conheçam a Amy piadista e carinhosa que o mundo conseguiu corromper até finalmente matá-la.


► TERROR:


É quase sempre frustrante achar um bom filme de terror no catálogo, mas esse aqui foi bem legal. Se você curte alienígenas, vai ficar bem feliz com ele.


► AÇÃO:


Demorei um bocado pra me interessar por esse filme, daí resolvi assistir e me arrependi de ter demorado tanto. O começo é um pouco confuso e paradinho, por isso recomendo paciência: depois fica não dá pra tirar os olhos da tela. Uma história incrível.


► ÉPICO:


Considerei uma excelente adaptação do livro; bastante fiel, com as falas originais em rima, e muito, muito violento, como a história é. Por mim, Fassbender pode ser rei do que ele quiser.


► FICÇÃO CIENTÍFICA


Ah, esse aqui eu assisti há um tempão e nem foi pela Netflix, mas não posso deixar de recomendar porque foi um filme que eu adorei (rolou até uma lágrima lá pro final). Classifiquei como ficção científica por ter robôs (quem não gosta de robôs?), mas talvez seja mais drama...?


► SUSPENSE:


Este também foi um que assisti bem antes da Netflix (no cinema, e sem ter planejado vê-lo, já que o que queríamos ver já tinha saído de cartaz). É bastante tenso e também gostei muito dele - cheguei em casa e corri pra pesquisar se era baseado em fatos reais!


► COMÉDIA:


Do mesmo diretor de O Grande Hotel Budapeste e tem o mesmo tom de comédia (sarcástica e um tanto cult e bastante nonsense). Se você gosta do estilo, é bem divertido, e o elenco também é sensacional.


► SUGESTÃO EXTRA:



Demorei tantos meses para publicar essa postagem que acabei perdendo a oportunidade de recomendar esse filme, que eu gostei tanto e assisti diversas vezes, mas que já está fora da Netflix. :( Uma história linda, uma fotografia maravilhosa e um elenco excelente. Assistam, quando puderem.

Postagens mais visitadas deste blog

Algumas das bandeiras mais interessantes do mundo

As bandeiras dos países do mundo são mais do que uma demonstração de cores e padrões: cada detalhe - a escolha e predominância das cores, as faixas, os símbolos, as formas - carrega um significado histórico e/ou cultural que ensina muito sobre o país representado. Selecionei para essa postagem algumas das histórias mais interessantes.
(Não vou falar da nossa Auriverde porque todos nós já estamos carequinhas, certo?)



Reino Unido Union Flag ou Union Jack (azul, vermelho e branco)
Essa bandeira não é a da Inglaterra, como muitos pensam, mas representa os quatro países que formam o Reino Unido: Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte. Esse desenho é usado desde 1801, quando a Grã-Bretanha se uniu à Irlanda do Norte, e é uma mistura das bandeiras desses países: a cruz vermelha de São Jorge (patrono da Inglaterra) sobre a cruz branca de São Patrício (padroeiro da Irlanda), por sua vez sobre a cruz de Santo André (padroeiro da Escócia). O País de Gales não está representado na …

O Dia dos Namorados e a visão de romance por uma assexual arromântica

Vejo que isso vem mudando lentamente, mas, como regra geral, todo mundo é naturalmente criado e tratado como heterossexual (e, consequentemente, heterorromântico). Eu, claro, cresci com essa absoluta certeza e não questionei isso até meados dos meus 20 anos. Até então, achei que eu só era mais "devagar" pra certas coisas, mesmo. Mas vamos ter que voltar um pouco e compartilhar informação demais.
Como expliquei na página de educação e visibilidade, o fato das orientações sexual e romântica serem coisas separadas e muitas vezes não serem correspondentes é o que mais confunde quem demora a "sair do armário". Eu mesma ainda me vejo questionando ambas, embora esteja convencida de que estou, ao menos, em algum espectro de ambas (confira a página mencionada). Não posso falar por todos os assexuais arromânticos porque, obviamente, cada pessoa é diferente da outra e as coisas são diferentes pra todo mundo. Então vou falar por mim.
Embora só tenha percebido isso recentement…

Conhece o teste de personalidade Myers-Briggs?

O MBTI (Myers-Briggs Type Indicator) é um teste psicométrico altamente difundido pelo mundo, embora não seja completamente validado pela psicologia.
Baseadas nas teorias tipológicas propostas originalmente por Carl Jung, Katherine Briggs e sua filha Isabel Myers desenvolveram este indicador na época da Segunda Guerra com a intenção de que, com tal teste, as mulheres descobrissem que trabalhos poderiam desempenhar com mais eficiência e conforto de acordo com os aspectos das suas personalidades. 
O teste considera 16 tipos de personalidades, representados por siglas que são combinações de quatro dicotomias. São elas:


EXTROVERSÃO x INTROVERSÃO SENSORIAL x INTUIÇÃO RAZÃO (Thinking) x SENTIMENTO (Feeling) JULGAMENTO x PERCEPÇÃO

Os 16 tipos são, portanto (clique para ampliar):



Ao realizar o teste, que consiste de várias perguntas a respeito de suas preferências pessoais, o indivíduo é apresentado a um relatório com a sigla das quatro dicotomias que representam seu tipo de personalidade. Um tes…