03/01/2017

Questionário sobre livros: Redes sociais

Acho que tropecei no blog da moça sem querer, aí vi esse questionário e quis postá-lo, também. Acabo respondendo todas essas coisas sempre que vejo, mas procuro variar nas respostas. Opção pra isso eu tenho :B





Twitter: Um livro que você quer compartilhar com todo mundo.

Tecnicamente, quero compartilhar com todo mundo todos os livros que recomendo por aqui. Mas um que li recentemente e que me deixou impressionada e que eu gostaria muito que todos pudessem ler é Sapiens. Minha resenha está aqui.


Facebook: Um livro que você gostou muito e que foi recomendado por outra pessoa.

Meus amigos e minha mãe já me recomendaram livros maravilhosos que se tornaram meus favoritos (inclusive Sapiens, acima). Um que me foi indicado por dois amigos e que eu jamais escolheria pra ler não fosse eu confiar em suas recomendações foi A Menina que Roubava Livros. É o tipo de livro que eu leria várias vezes (ah, quem dera eu pudesse) e seria sempre emocionante. Minha resenha está aqui.


Tumblr: Um livro que você leu antes de criar seu blog, e do qual ainda não fez post.

Nossa Senhora de Paris (O Corcunda de Notre-Dame), de Victor Hugo, que li duas vezes na vida e quero muito ler novamente. Quem conhece a história pelo desenho da Disney, esqueça tudo e leia o original. Tente não chorar. É trágico assim.


Myspace: Um livro que você não tem a intenção de reler.

A trilogia original de Star Wars, lançada pela DarkSide. É uma edição linda e eu juro que gosto de Star Wars, mas foi uma leitura tão desinteressante e cansativa que não me vejo querendo ler novamente.


Instagram: Um livro com uma capa bonita ou um livro “fotogênico”.

Harry Potter: Film Wizardry é TODO fotogênico. Todo o design dele, por fora e por dentro, é lindíssimo.


Youtube: Um livro do qual você gostaria de ver uma adaptação para o cinema.

Muitos! Já falei sobre minha vontade de ver Os Filhos de Húrin no cinema, apesar de agora outra adaptação de Tolkien parecer improvável depois da rejeição do público por O Hobbit. Também já falei que adoraria uma versão mais nova e melhor de Fahrenheit 451, que é possivelmente um dos melhores livros de todos os tempos. E, claro, adoraria uma versão em filme de Harry Potter e a Criança Amaldiçoada. Tenho certeza de que a peça é incrível, mas é pouquíssimo acessível a todos e isso é um tanto injusto.


Skype: Um livro com personagens com os quais você gostaria de conversar.

Eu seria óbvia se respondesse As Crônicas de Nárnia, porque falar com bichos sempre me pareceu mais interessante do que conversar com pessoas. Acho que eu gostaria de conversar com Hannibal Lecter (O Silêncio dos Inocentes). Ele é inteligente e realista, como eu, e também muito culto e certamente tem muito assunto. Talvez ele fosse me dizer umas verdades duras, porque lê as pessoas como ninguém, mas também sei que organizaríamos juntos uma boa seleção de carnes para o jantar.