Pular para o conteúdo principal

[RESENHA] "Com o Sangue Alheio", de Luis Maldonalle

No fim do ano passado, Luis Maldonalle, autor que já indiquei por aqui algumas vezes*, lançou seu terceiro livro e gentilmente me enviou uma cópia. Falo dele por aqui agora.







  • Sinopse oficial:


Um escritor atormentado pelo horror do sucesso, com sangue em suas mãos. Uma tragédia encimada em remorso, alavancando o pior da alma humana em direção à uma armadilha.
Ódio, e uma inabalável sede de vingança, espreitando como olhos na escuridão. O trágico e recente passado de volta à sua porta.
Luis Maldonalle nos mostra como a culpa e manipulação, além da dor, podem inflingir o maior dos infortúnios ao homem, destacando a moralidade e o avesso no ser humano em um super ágil thriller psicológico.
Prepare-se para adentrar a este jogo onde quem dita as regras é o próprio predador!

.

Seguindo a mesma estrutura de A Hora da Tormenta, este livro é ambientado nos Estados Unidos e começa nos apresentando seus muitos personagens. Antes de conhecermos a tensa trama que os envolve, acompanhamos cada um deles em suas próprias tramas pessoais, e a partir aí entendemos suas motivações e seu comportamento para a história principal.

Nela, Michael Blake é um escritor de grande sucesso em vias de lançar um novo romance. Esse sucesso veio com seu primeiro romance, que escreveu baseado em uma desgraça real pela qual passou, e pela qual sempre se sentiu culpado. Apesar da culpa, Michael também se sentiu confortável com a fama e o dinheiro que essa desgraça eventualmente o trouxe, e trilhou o Caminho do Sucesso sem maiores problemas.

Entretanto, nem todos são fãs. Além de culpa, o Caminho do Sucesso é pavimentado por rancor, ódio, dor e necessidade de vingança. Quando já nem imaginava, Michael se vê vítima do passado e a tragédia volta a atormentá-lo - e, dessa vez, a dor será muito maior.

O thriller é realmente tenso, quando a coisa toda começa a acontecer. Talvez não seja uma leitura muito fácil para o leitor iniciante, devido ao estilo narrativo do autor - cheio de metáforas e construções bastante americanizadas (até para ambientar melhor o enredo), mas a história certamente prende e a leitura pode ser rapidamente completada, devido a seus capítulos bem divididos. É mais uma boa história do nosso autor goiano que está despontando no cenário nacional de terror e suspense, torço e tenho certeza de que muito mais virá pela frente.




Acredito que, até o momento, o livro só possa ser adquirido fisicamente em Goiânia. Para mais informações, entre em contato com o autor através de maldonalle@gmail.com.

Para conhecer o autor: blog | Facebook

Postagens mais visitadas deste blog

Algumas das bandeiras mais interessantes do mundo

As bandeiras dos países do mundo são mais do que uma demonstração de cores e padrões: cada detalhe - a escolha e predominância das cores, as faixas, os símbolos, as formas - carrega um significado histórico e/ou cultural que ensina muito sobre o país representado. Selecionei para essa postagem algumas das histórias mais interessantes.
(Não vou falar da nossa Auriverde porque todos nós já estamos carequinhas, certo?)



Reino Unido Union Flag ou Union Jack (azul, vermelho e branco)
Essa bandeira não é a da Inglaterra, como muitos pensam, mas representa os quatro países que formam o Reino Unido: Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte. Esse desenho é usado desde 1801, quando a Grã-Bretanha se uniu à Irlanda do Norte, e é uma mistura das bandeiras desses países: a cruz vermelha de São Jorge (patrono da Inglaterra) sobre a cruz branca de São Patrício (padroeiro da Irlanda), por sua vez sobre a cruz de Santo André (padroeiro da Escócia). O País de Gales não está representado na …

O Dia dos Namorados e a visão de romance por uma assexual arromântica

Vejo que isso vem mudando lentamente, mas, como regra geral, todo mundo é naturalmente criado e tratado como heterossexual (e, consequentemente, heterorromântico). Eu, claro, cresci com essa absoluta certeza e não questionei isso até meados dos meus 20 anos. Até então, achei que eu só era mais "devagar" pra certas coisas, mesmo. Mas vamos ter que voltar um pouco e compartilhar informação demais.
Como expliquei na página de educação e visibilidade, o fato das orientações sexual e romântica serem coisas separadas e muitas vezes não serem correspondentes é o que mais confunde quem demora a "sair do armário". Eu mesma ainda me vejo questionando ambas, embora esteja convencida de que estou, ao menos, em algum espectro de ambas (confira a página mencionada). Não posso falar por todos os assexuais arromânticos porque, obviamente, cada pessoa é diferente da outra e as coisas são diferentes pra todo mundo. Então vou falar por mim.
Embora só tenha percebido isso recentement…

Conhece o teste de personalidade Myers-Briggs?

O MBTI (Myers-Briggs Type Indicator) é um teste psicométrico altamente difundido pelo mundo, embora não seja completamente validado pela psicologia.
Baseadas nas teorias tipológicas propostas originalmente por Carl Jung, Katherine Briggs e sua filha Isabel Myers desenvolveram este indicador na época da Segunda Guerra com a intenção de que, com tal teste, as mulheres descobrissem que trabalhos poderiam desempenhar com mais eficiência e conforto de acordo com os aspectos das suas personalidades. 
O teste considera 16 tipos de personalidades, representados por siglas que são combinações de quatro dicotomias. São elas:


EXTROVERSÃO x INTROVERSÃO SENSORIAL x INTUIÇÃO RAZÃO (Thinking) x SENTIMENTO (Feeling) JULGAMENTO x PERCEPÇÃO

Os 16 tipos são, portanto (clique para ampliar):



Ao realizar o teste, que consiste de várias perguntas a respeito de suas preferências pessoais, o indivíduo é apresentado a um relatório com a sigla das quatro dicotomias que representam seu tipo de personalidade. Um tes…