Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2017

Desafio de Leitura 2017: Primeiro relatório

Eis as primeiras leituras do ano! Comecei devagar, mas já consegui eliminar alguns itens do novo desafio e estou empolgada para os próximos. Vamos lá:

▼▼▼▼▼
Ficção:


Harry Potter e a Criança Amaldiçoada J.K. Rowling & Jack Thorne - Rocco - 2016 - 343p.
Vi muita gente dizer que detestou essa sequência e confesso que isso me desanimou um pouco para a leitura - tanto que não tive pressa de conseguir o livro e ver logo o que a autora inventou para o futuro dos personagens principais de sua obra. Achei, no mínimo, justo que houvessem publicado a história, originalmente uma peça de teatro, em livro, já que apenas os fãs ingleses tinham tido a oportunidade de conhecê-la. E, aos que não gostaram dela porque o formato de narração é diferente, só digo isso: quanta preguiça de vocês. Não há nada de difícil na leitura de um roteiro. Rowling é tão boa escritora que até uma história só com diálogos é interessante do começo ao fim. Vinte anos depois dos eventos de Harry Potter e As Relíquias da Mo…

A palavra é: Caixão

Bateu um momento de tédio em que poderia estar estudando, mas preferi brincar de abrir o dicionário em uma página aleatória e falar sobre a primeira palavra que eu visse. E foi caixão, agora.
[Já brinquei disso antes, aqui e aqui]
Caixão me lembra outras coisas além de alguns eventos tristes, do Drácula e das unhas do Zé do Caixão.



1. Há muitos anos, eu tinha (ok, ainda tenho) uma camiseta da falecida Murderdolls, que era uma das minhas bandas favoritas ever. Foi bem sofrida de conseguir, na época, e era meu orgulho e eu usava sempre que podia. O símbolo da banda, na estampa, era um caixão com a silhueta de uma bonequinha de vestido e chifres, dentro dele. Um dia, estava eu parada sozinha em alguma esquina após um tratamento particularmente chato de canal, vestindo minha linda camiseta, quando uma senhora evangélica passa por mim. Ela para, volta, me olha bem nos olhos e me convida para o culto do próximo domingo. Passa o endereço, horário e parece realmente ansiosa que eu vá. Agra…

O desafio dos 30 livros

Não lembro como cheguei à fonte, mas peguei daqui. Deve ter resenha aqui de quase todos os que eu mencionar, então vou deixar os links.

01 – O melhor livro que você leu este ano
Ainda não li muitos livros esse ano, mas o melhor até agora foi Sobre a Escrita, de Stephen King. Logo sai no relatório :)
02 – Um livro que você leu mais de três vezes
Sem ser os livrinhos da infância, acho que Harry Potter e a Pedra Filosofal. Não tenho muito tempo de ler tudo o que gostaria de ler várias vezes, porque ainda há TANTAS histórias novas me esperando...
03 – Sua série favorita
Atualmente, Wild Cards. Sou muito apaixonada por essa história maluca de mutantes.
04 – Seu livro favorito da sua série favorita
Dos que foram publicados no Brasil até agora, Apostas Mortais, o terceiro. Cheio de tretas e tragédias, como eu gosto.
05 – Um livro que te deixa feliz
Percy Jackson e os Deuses Gregos me deixou feliz do começo ao fim. O tipo de livro que sempre deveria ter existido.
06 – Um livro que te deixa triste
S…

Vários nadas

... que fui juntando daqui.

10 coisas verdes que vejo de onde estou
1. A parede bem na minha frente, que eu mesma pintei e adoro. 2. Os post-it com minhas tarifas de tradução e revisão. Que eu provavelmente deveria ajustar. 3. O ícone do Spotify, minha única companhia constante. 4. Esse dinossauro sensacional tatuado na minha coxa. 5. As lombadas de alguns livros (Sobre a Escrita, de Stephen King; Harry Potter e O Cálice de Fogo e O Enigma do Príncipe; Lugar Nenhum, de Neil Gaiman; e uma biografia de Darwin que ainda não li). 6. O puff que serve de mesa pra minha impressora. 7. Uma caneta e um marca-texto gel infinito. 8. Um marcador de páginas daqueles de silicone com uma mãozinha, que encaixam em qualquer livro e apontam onde paramos a leitura. 9. A lombada do Simon & Garfunkel's Greatest Hits, essa coisa linda e cheia de amor. 10. O Hulk, no meu pôster da Marvel. Bem difícil de não ver.

9 coisas pelas quais já fui obcecada e agora não me interessam
1. Linkin Park. Foi minha …