Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2017

Desafio de Leitura 2017: Terceiro relatório

Trabalhei muito nos últimos meses e achei que não teria tanto tempo de ler, mas tantas filas de espera no dentista me deram tempo de usar mais o Kindle, então acabei dando uma acelerada na leitura e no desafio. Tomei a liberdade de dar uma "roubada" no item "Um livro de um autor que tenha o seu primeiro nome" porque, convenhamos...



▼▼▼▼▼
Ficção:


Ás na Manga V.A. - LeYa - 2017 (1989) - 384p.
Sexto volume da série Wild Cards, que todos a essas alturas já sabem ser uma das minhas coisas favoritas na vida. Ainda assim, esse volume não foi dos meus favoritos; tive que dar uma empurradinha na leitura até finalmente começar a me interessar pela história. Nesse aqui, o enredo está focado nas eleições presidenciais dos Estados Unidos de 1988. Dois dos candidatos são o reverendo Leo Barnett, de visão considerada extremista no que diz respeito aos infectados pelo carta selvagem, e o senador Gregg Hartmann, a aposta de todos os ases e curingas para um futuro melhor no país. Ent…

As curiosas origens de 4 famosos jogos de tabuleiro

Adaptado do artigo original do Mental Floss.



Jogos de tabuleiro são uma forma de entretenimento criada pelos egípcios há 5 mil anos e nunca saíram de moda, mesmo que atualmente tenham sido adaptados em vídeo games ou jogos para o celular. Aqui vão as origens de alguns dos sucessos mundiais favoritos:

Monopoly / Banco Imobiliário

Embora seja considerado um jogo que glorifica o capitalismo (tendo sido banido de países como a China e a antiga União Soviética), este clássico foi inventado para representar justamente a ideia oposta. A americana Elizabeth Magie era ativista contra o pagamento de impostos imobiliários, no fim do século 19. Segundo ela e outros simpatizantes, deveria haver apenas um imposto de propriedade, diminuindo assim a diferença de riqueza entre os senhorios e os inquilinos. Para demonstrar de uma maneira fácil como as coisas aconteciam na época, Lizzie patenteou, em 1904, um jogo chamado The Landlord's Game ("O jogo do senhorio"), cujo objetivo era acumula…

TAG: Top 10 Literário

Uma TAG que montei a partir de propostas deste blog, cujo tema é livros.

10 coisas que instantaneamente me fazem NÃO querer ler um livro:
"Primeiro volume da série..."Casais apaixonados na capa.Autores YouTubers.Romances eróticos.Sinopses vagas.Erros de digitação/ortografia logo na capa (já sei que a revisão foi porca e que vou me incomodar)."O segredo para..."Qualquer coisa sobre pessoas ou assuntos que não me interessem.Sensacionalismo.Reedições desnecessárias pelo triplo do preço.

10 capas favoritas:

A preguiça de procurar por outras venceu, então vou pegar as que já estão no arquivo do blog.














10 coisas que gostaria de ver mais em livros:
Personagens assexuais, mesmo que não protagonistas.Personagens assexuais que não sejam a piada da história.Diversidade de protagonistas, cujas características "diferentes" não sejam ou influenciem o enredo central (sabem, tipo como se fossem pessoas normais, mesmo?) (isso foi um comentário sarcástico, em caso de dúvida).Nã…

4 grupos de pessoas que a sociedade diz que pode zoar

Li este artigo há uns anos no Cracked e o compartilhei, na época. Hoje, a página deles postou o link para o artigo novamente e achei oportuno adaptá-lo por aqui para discutir sobre alguma coisas.
É decepcionante que em pleno 2017 de conscientização, empoderamento, manifestações, passeatas e textões sobre preconceito e tolerância, ainda haja casos em que se considera normal que se faça piada e desrespeite certos grupos de pessoas. Aos poucos, todos estão conseguindo seu lugar de respeito e muito tem mudado e sido conquistado, mas a humanidade ainda precisa melhorar no tratamento dado aos seguintes casos:

Celebridades com doenças mentais
É comum que se confunda o gosto que temos pelo entretenimento oferecido pela celebridade em questão com a necessidade que temos de lembrar que artistas também são pessoas como a gente, com famílias, problemas e questões de saúde. Era fácil rir de quadros "humorísticos" que debochavam da Amy Winehouse antes dela morrer com o que foi, basicament…